“Espero que o STF tome uma atitude correta”, diz Ludhmila Hajjar sobre julgamento relacionado a missas e cultos

“Espero que o STF tome uma atitude correta”, diz Ludhmila Hajjar sobre julgamento relacionado a missas e cultos
Foto: O Antagonista

Em entrevista ao Papo Antagonista, a médica cardiologista Ludhmila Hajjar disse que espera uma decisão “correta no sentido de preservar as vidas” em relação ao julgamento do STF sobre a realização de missas e cultos durante a pandemia de Covid.

“Eu espero que o Supremo Tribunal Federal tome uma decisão correta no sentido de preservar as vidas. Nós estamos diante do maior problema de saúde pública dos últimos anos. Nós estamos perdendo mais de 4 mil pessoas por dia. Nós já erramos demais e não temos mais o direito de errar. E a abertura dos templos e das igrejas neste momento é persistir no erro”, disse a médica.

“Deus é um só. Buscar Deus agora significa cuidar das pessoas. Esperamos que essa questão seja corrigida no plenário do Supremo”, complementou.

Hoje, o STF iniciou o julgamento relacionado à realização de cultos e missas durante a pandemia de Covid. O relator da ação, ministro Gilmar Mendes, votou contrário à abertura dos templos no período.

Mais notícias
TOPO