Esportistas fracassam nas urnas

Os esportistas fracassaram nas eleições de domingo.

O caso mais emblemático foi o de Romário, que ficou na quarta colocação, com 8,70% dos votos, pela disputa pelo governo do Rio de Janeiro.

Maurren Maggi também ficou de fora e não teve sucesso ao buscar uma vaga no Senado em São Paulo.

Também fracassaram Marcelinho Carioca, o ex-atacante Luizão, e a jogadora de vôlei Tifanny Abreu.

Você precisa redobrar sua atenção neste processo eleitoral dramático e indefinido. Leia mais AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 31 comentários
  1. Luiz Lima, nadador de provas de fundo e oceânicas, medalhista em mundiais, olimpíadas e pan-americanos, recordista sul-americano dos 1500m, foi o oitavo DepFed mais votado do Rio (PSL)

  2. É, mas a Leila do Vôlei foi eleita no DF, ela que mal sabe falar, que não entende chongas de nada. Menos mal que ela impediu que o Cristovam voltasse pro Senado. Melhor levar na esportiva, né?

  3. Luiz Lima foi secretário nacional de esportes durante as olimpíadas, pediu demissão após um ano no cargo, pois não aguentou a sujeirada que viu lá dentro e denunciou a corrupção no esporte.

  4. A Leila do vôlei se elegeu ao senado pelo DF. Não sei nada sobre o posicionamento dela, mas espero que faça um bom mandato, porque o esporte precisa sim de representantes sérios na política