Esquema na Caixa já tem cinco presos de PMDB e PT

Com a prisão de Geddel Vieira Lima, sobe para cinco o número de presos preventivos no âmbito das operações Sépsis e Cui Bono.

Foram alvos de mandados semelhantes Eduardo Cunha, Henrique Alves, Lúcio Funaro e o petista André Luiz de Souza, o Andrezinho – ligado ao núcleo do PT.

Cunha, Alves e Funaro já são réus por pagamento de propina para a liberação de recursos do FI-FGTS nas obras do Porto Maravilha.

Faça o primeiro comentário