Esquerda tenta capitalizar coronavoucher

Telegram

A esquerda, claro, está reivindicando a paternidade da proposta do coronavoucher.

Desde o início da pandemia, diversos projetos sugerindo o pagamento de benefício para trabalhadores informais foram apresentados — alguns de deputados e senadores da esquerda.

O projeto de lei usado para incorporar as mudanças e que entrou na pauta foi o de autoria do deputado Eduardo Barbosa (PSDB).

Inicialmente, a equipe econômica do governo falou em R$ 200. O relator do projeto que avançou, deputado Marcelo Aro (PP), propôs R$ 500. E ontem, antes da votação na Câmara, o Congresso conseguiu acordar com o Executivo o valor aprovado, de R$ 600.

Comentários

  • Clovis -

    Como sempre nunca fazem nada,somente cagadas ou em causa própria,e ainda tiram uma de engenheiro de obra pronta.É sobre assim a raça esquerdista, imprestável,inútil,incompetente e oportunista

  • heloisa -

    eita esquerda asquerosa "dus inferno"!!!!

  • Regildo -

    Gleisi....asquerosa como sempre!

Ler 30 comentários