Estado laico?

O Estadão registra que partidos de esquerda estão apostando em candidaturas ligadas a movimentos evangélicos como reação ao bolsonarismo, que teria se tornado hegemônico nessas igrejas.

“O coletivo Cristãos Contra o Fascismo apresentou 42 candidaturas a vereador e três a prefeito em todo o Brasil por sete partidos diferentes: PT, PDT, PSOL, PCdoB, Cidadania, Rede e UP. Os candidatos têm origem em igrejas como Assembleia de Deus, Presbiteriana, Batista e Católica, diz o jornal.”

Não foi o único, segundo o jornal.

“Movimento pela Bancada Evangélica Popular, Frente Evangélica pelo Estado de Direito, Evangélicas pela Igualdade de Gênero, Evangélicos pela Diversidade e outros registraram candidatos neste ano e vão disputar os votos no segmento que, segundo pesquisas, foi determinante para a vitória de Bolsonaro em 2018.”

Não custa lembrar que o Estado é laico, ou deveria.

Leia mais: Sucessão no STF: a imagem do escolhido por Bolsonaro derrete
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 39 comentários
TOPO