Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Estado Maior do Exército mantém sigilo de 100 anos sobre processo de Pazuello

Ao negar um pedido via Lei de Acesso à Informação, a Força afirmou que os processos administrativos disciplinares detêm informações pessoais
Estado Maior do Exército mantém sigilo de 100 anos sobre processo de Pazuello
Reprodução/redes sociais

O Estado Maior do Exército negou um pedido para revogar o sigilo de 100 anos atribuído ao processo administrativo disciplinar aberto contra o general Eduardo Pazuello por participar de um ato político ao lado do presidente Jair Bolsonaro no mês passado.

O alto comando do Exército decidiu não punir o general no último dia 3.

Em resposta a um pedido feito via Lei de Acesso à Informação por O Globo, o Estado Maior repetiu que os processos administrativos disciplinares detêm informações pessoais e que, por esse motivo, a consulta aos documentos está restrita à própria Força e ao investigado.

“No trato de assuntos de natureza disciplinar no âmbito do Exército, esses preceitos têm sido observados, restringindo-se o acesso a todo o processo de apuração, de forma a preservar a intimidade e a privacidade da pessoa.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO