Estamos chocados

A SEC americana descobriu que a Braskem, da qual a Odebrecht é sócia, pagou 4,3 milhões de dólares em propina a um congressista brasileiro e um funcionário graduado da Petrobras, para a construção de uma fábrica de polipropileno em Paulínia. A Folha publicou a notícia.

Estamos chocados.

Faça o primeiro comentário