ACESSE

Estão livres, Gilmar

Telegram

Os empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita, presos na Operação Ressonância, que apura um esquema de fraudes na área de saúde do Rio como desdobramento da Lava Jato, deixaram há pouco o presídio de Bangu 8.

Como antecipamos ontem aqui, a dupla foi solta graças a uma decisão de Gilmar Mendes, que nem sequer mandou eles usarem tornozeleira eletrônica.

Foto: Nelson Jr / STF / Divulgação CP

Especial: os desdobramentos e as motivações do roubo e vazamento das mensagens atribuídas a Moro e aos procuradores da Lava Jato. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 68 comentários