Estavam com saudade de Sérgio Moro?

O juiz ouviu mais cedo Nestor Cerveró no processo de José Carlos Bumlai. Ele pediu ao delator para não “excluir nem exagerar” informações.

Cerveró detalhou o contrato de operação de um navio-sonda entregue ao grupo Schahin para compensar o empréstimo feito ao PT por meio de Bumlai.

O ex-diretor disse que, em novembro de 2006, foi pressionado por Silas Rondeau a ajudar a quitar uma dívida eleitoral do PMDB de até 15 milhões de reais.

Ao reclamar com José Sérgio Gabrielli, o então presidente da Petrobras disse que resolveria o problema do PMDB, mas Cerveró cuidaria de outra dívida bem maior, a do PT, de R$ 50 milhões.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 8 comentários
  1. Comandou o Relatorio do Impeachment com muita classe, sensatez e dignidade. Um bom articulador, alem de uma grande presenca. Ele tem o Estereotipo de um presidente. Gostei dele!!! Votaria nele!!!

  2. Lula não tem boas amizades, mas somente corruptos e ladrões. VAMOS PARA AS RUAS HOJE. É tudo ou nada. Não vamos confiar em listas ou entrar em clima de “já ganhou”. O fator decisivo será a pressão das ruas até o último voto.

Os comentários para essa notícia foram encerrados.