Estratégia chinesa de sustentabilidade é 'oportunidade' para ampliar relações bilaterais, diz Mourão

Estratégia chinesa de sustentabilidade é oportunidade para ampliar relações bilaterais, diz Mourão
Foto: Romério Cunha/VPR

Hamilton Mourão afirmou há pouco que as novas estratégias da China para economia circular e sustentabilidade representam uma “oportunidade” para o Brasil estreitar as relações bilaterais com o governo chinês.

O vice-presidente deu a declaração durante videoconferência do Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC), em evento sobre “Bases para uma Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a China”.

“O governo chinês identifica com clareza a nova dinâmica da economia mundial, que é o crescimento econômico e o sustentabilidade ambiental. O presidente Xi-Jinping destacou a importância desse processo no que chamou de revolução verde em seu recente discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas. As novas estratégias chinesas de economia circular e sustentabilidade representam oportunidades para ampliar e diversificar nossas relações econômicas bilaterais.”

Segundo Mourão, a China é um dos poucos parceiros internacionais que contam com “capacidade e recursos tecnológicos e financeiros” para enfrentar os desafios do pós-pandemia.

O vice-presidente defendeu ainda que a “transversalidade da temática ambiental” deve gerar união e cooperação internacional. “Isso não significa abrir mão da escolha soberana de cada país pelo modelo de desenvolvimento que melhor atende aos anseios de suas respectivas populações”.

E concluiu:

 

“Conforme apontei no evento do ano passado, continua válida a afirmação de que oportunidade e estratégia andam juntas em nosso relacionamento com a China. A China é nosso maior parceiro comercial há uma década. A crise mundial gerada pela pandemia da Covid-19 não alterou esse quadro. Ao contrário, as autoridades chinesas estimam que a importação de produtos brasileiros baterá recorde nesse ano de 2020.”

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 12 comentários
TOPO