“Estratégia Palocci”

Antonio Palocci embolsou uma propina de 50 milhões de dólares depois de negociar um empréstimo do BNDES para uma obra da Odebrecht em Angola.

As mensagens de Marcelo Odebrecht foram decodificadas pela PF. Uma delas, publicada pela Época, diz:

“Amanhã vou estar às 11 horas com o ‘Italiano’ (nome pelo qual, segundo os investigadores, Palocci era conhecido). Seria o caso de dizer a ele que, com os 700 (milhões de dólares) que estão sinalizando, dificilmente terão algo, e que, se nos autorizassem, EB (Ernesto Baiardi, diretor da Odebrecht em Angola) poderia tentar conseguir 50 (milhões de dólares) de rebate (com o par dele lá) para o objetivo de 1.200 (milhão de dólares)?”

A linha de crédito negociada por Antonio Palocci e aprovada pelo BNDES acabou subindo de 700 milhões de dólares para 1 bilhão de dólares, sempre contando com o apoio de Lula.

A “Estratégia Palocci” deu certo.

Faça o primeiro comentário