Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Eu errei, assim como o Eduardo", diz Doria, sobre voto em Bolsonaro em 2018

Em debate com os presidenciáveis do PSDB, o governador de São Paulo disse que faz uma autocrítica da sua postura nas eleições de 2018
“Eu errei, assim como o Eduardo”, diz Doria, sobre voto em Bolsonaro em 2018
Reprodução/Youtube/Jornal O Globo

No debate do Grupo Globo com os presidenciáveis do PSDB, João Doria (foto), assim como Eduardo Leite, teve que justificar seu apoio a Jair Bolsonaro no segundo turno de 2018.

O governador de São Paulo — que no meio do debate decidiu colocar um paletó para não destoar dos dois concorrentes [Leite e Arthur Virgílio Neto] — disse que é necessário fazer autocrítica.

“Claro que é. E eu faço essa autocrítica. Em relação ao Bolsonaro, eu errei, assim como o Eduardo [Leite] errou, como outras pessoas erraram. Aliás, 65% da população cometeram esse erro. E eu não tenho compromisso com o erro, não erro duas vezes. Receber a crítica, analisá-la e compreendê-la faz parte daquilo que conduz o seu destino.”

Doria também aproveita o debate para renovar suas críticas ao atual governo, classificado por ele como “negacionista” e “genocida”.

Como mostramos, o governador de São Paulo também criticou o chamado “orçamento paralelo” no governo Bolsonaro, por meio do instrumento das emendas de relator. Doria disse haver uma “distorção” no modelo atual, com Arthur Lira, como presidente da Câmara, “mandando no orçamento”.

“Quem manda no orçamento do governo é o presidente da Câmara. E a gente nunca fez isso na história política do Brasil, exceto agora no governo Bolsonaro”, acrescentou.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO