Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Eu não queria ter ido para a cela com o Cabral"

Foi o que disse ao Globo, em sua primeira entrevista após ser solto por decisão de Gilmar Mendes, o ex-secretário estadual de Saúde Sérgio Côrtes, apontado pela Lava Jato do Rio de Janeiro como o ‘menino de ouro’ de Sérgio Cabral.

“Preferia ficar num espaço com outras 43 pessoas em vez de ter ido para a cela com ele.”

Sérgio Côrtes explicou por quê.

“Acabou para mim a relação, entendeu? Eu não queria mais aquilo. Eu saí do governo em dezembro de 2013. Avisei que faria isso em agosto daquele ano. A primeira operação da Lava Jato foi em abril de 2014. Não queria mais viver aquilo. E, de alguma maneira, eu tenho muita vergonha do que eu fiz. Pelos meus filhos e pela minha esposa. A pior coisa que pode existir em um homem é ele ter vergonha do seu próprio nome.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO