ACESSE

"Eu nunca ameacei ninguém de morte", diz ministro do Turismo

Telegram

Durante uma audiência pública na Câmara marcada por muito bate-boca e um clima tenso, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirmou que não ameaçou de morte a deputada Alê Silva, do PSL de Minas Gerais, como alegou a parlamentar.

“Eu nunca ameacei ninguém de morte. Ainda mais uma pessoa que já deve estar chegando à terceira idade. Eu não ameacei ninguém de morte. E quem me conhece sabe que tenho um perfil tranquilo e pacífico”, disse o ministro, dirigindo-se à deputada, que estava sentada bem à sua frente.

Álvaro Antônio também teve de falar sobre as acusações de que estaria envolvido com candidaturas-laranja do PSL de Minas, cujo diretório estadual foi presidido por ele. Segundo o ministro, não houve “qualquer ilícito ou procedimento inadequado” em sua atuação.

“Sigo ministro porque, eu repito aqui, tenho a minha consciência absolutamente tranquila”, afirmou. “Tenho a capacidade de, com muita clareza, cuidar do Ministério do Turismo, das minhas coisas. Não perdi o foco em nenhum dia do meu trabalho e deixo para os advogados cuidarem da minha defesa. Separo muito bem as coisas.”

LULA ATACA. Leia aqui

Comentários

  • Jose -

    nada nessa história cheira bem.... nada nem o ministro e nem o ministério que deve ser excluído / cancelado

  • Rogemon -

    Tá certo citricultor, todo mundo acredita em você. Só falta agora o Bolsonaro porque tanto medo de exonera-lo!!! Deve ter uma senhora caixa de ferramentas para abrir não???

  • Nova -

    Se ele é tão culpado, pq n abrem processo contra ele? Os isentões e antagominions não sabem

Ler 13 comentários