Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Eu serei preso?", questionou Otoni, na terça

Alvo de mandado de busca e apreensão, deputado bolsonarista encaminhou ontem à PGR pedido de apuração de "ações antidemocráticas do TSE"
“Eu serei preso?”, questionou Otoni, na terça
Reprodução

Alvo de busca e apreensão agora de manhã, o deputado Otoni de Paula pediu ontem à PGR que abrisse uma investigação contra o TSE por “ações antidemocráticas”, referindo-se à desmonetização dos canais bolsonaristas nas redes sociais e a limitação de seu alcance.

Na terça-feira, Otoni usou a tribuna da Câmara para criticar o STF após a prisão de Roberto Jefferson.

“Eu serei preso, se a partir dessa tribuna denunciar que alguns ministros do STF se tornaram tudo o que causa mais nojo à sociedade brasileira? Que as decisões de ministros do STF tornaram a Suprema Corte um sistema ditatorial, que persegue os críticos, prende sem o devido processo legal, atropela a PGR e despreza o artigo 53 da Carta Magna? Serei preso se disser que quem transformou opinião em crime foi a Suprema Corte, que quem soltou um bandido para ser candidato a presidente da republica foi a Suprema Corte, que o maior responsável pelas mortes de Covid foi a Suprema Corte?.”

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO