Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Eu só ri e tomei um cafezinho", diz deputado, reprovando a troca de insultos na Câmara

“Eu só ri e tomei um cafezinho”, diz deputado, reprovando a troca de insultos na Câmara
Foto: Reprodução/Redes socias

Mais cedo, como registramos, bolsonaristas e o deputado petista Paulo Teixeira trocaram insultos em sessão da CCJ da Câmara.

Chamou atenção no vídeo que vazou para a imprensa a reação de um deputado, no primeiro plano, sentado tranquilamente, de braços cruzados, tomando um cafezinho em copo de plástico e rindo da situação.

O Antagonista ligou para o parlamentar, que também é da ala bolsonarista do PSL: Coronel Armando, de Santa Catarina.

“Aquela minha postura reflete o meu pensamento sobre a situação. A gente tem que ser ponderado. Pode ser ‘lado A’ ou ‘lado B’, mas agir daquela forma não passa um bom exemplo para a população”, disse ele. “Quando a discussão entra naquele nível, a gente deixa de ser um parlamentar e passa a agir como torcedor de futebol”, acrescentou.

Coronel Armando quis deixar claro que defende Jair Bolsonaro e não aceita que chamem o presidente de “genocida”, mas ponderou que “tentaria responder de outra forma”.

“Aí eu só ri e tomei um cafezinho. Não é que eu estava feliz com a situação, mas não concordo com aquele padrão. Depois, eu fui falar com a Bia [Bia Kicis, que preside a CCJ]: disse a ela que, se continuar assim, com essa polarização, vai acabar prejudicando a própria CCJ. Temos que responder de outra forma.”

Armando foi vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara durante o tempo que o colega Vitor Hugo esteve na liderança.

Assista novamente:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO