ACESSE

"Eu sou um soldado, temos que libertar o Lula"

Telegram

José Dirceu, no Sindicato dos Servidores Públicos Federais, disse que os pelegos pagos pelos contribuintes devem continuar sabotando o governo (e a gramática) enquanto Lula estiver na cadeia:

“Todo lugar é uma trincheira. Onde eu estiver, vou estar numa trincheira, mas sou como um de vocês: eu estou preocupado com Lula, não comigo. Vocês podem ver que eu me cuidei. Eu sou um soldado, temos que libertar o Lula. Temos que enfrentá-los e não baixar a cabeça. Eles têm que ter certeza de que vamos ressurgir das cinzas. Temos que ser implacáveis com eles. Eles não deixaram a gente governar, por que vamos deixar eles governar?”

Comentários

  • Marlene -

    O que estão esperando pra que ele volte para atrás das grades? Lá é o lugar dele, não em trincheiras petistas!

  • Paulo -

    "Temos que ser implacáveis com eles". Revelador. esse terrorista de sempre ainda se imagina um "Porco Fedorento" espalhando o terrorismo pela América Latrina. Quer ser implacável como Fidel e Guevara foram. Quer ser implacável como Maduro está sendo com os venezuelanos.

  • Chico -

    Como um condenado, em prisão domiciliar, diz este tipo de coisas e continua livre e solto??? A Justiça não fará nada? A lição é que, se for "revolucionário", ficará impune??? Caramba, que país, hein???

Ler 154 comentários