"EUA oferecem muito mais do que a China para o futuro do Brasil"

Telegram

Thomas Shannon, que foi embaixador dos Estados Unidos no Brasil, deu uma entrevista à Folha de S. Paulo sobre o encontro de Jair Bolsonaro com John Bolton, na semana que vem:

“O presidente Trump e o presidente eleito deram um tom muito positivo a suas primeiras comunicações e têm se empenhado bastante, o que é muito importante. Parece haver um alinhamento de interesses entre os dois e o assessor de segurança nacional irá ao Brasil para dar início a uma conversa mais ampla com Bolsonaro e sua equipe (…).

Brasil e EUA precisam focar em investimento e acesso a mercado. Transferência de tecnologia e proteção de propriedade intelectual também são prioridades. Há espaço para uma cooperação em segurança, envolvendo as Forças Armadas dos dois países. Podemos expandir programas de treinamento, desenvolvimento de tecnologia militar e de armamentos. No campo político, a Venezuela é certamente a questão maior e mais premente, mas é preciso falar sobre a China.”

Ele falou sobre a China:

“Sabemos que o comércio com a China tem sido importante para o Brasil e outros de nossos parceiros tradicionais na América do Sul. Mas os EUA ainda são o principal parceiro comercial do Brasil em produtos com alto valor agregado, o comércio entre Brasil e EUA está muito mais no século 21, porque se concentra em produtos industrializados, conexão de cadeias de valor, e traz enormes benefícios. Acredito que o presidente eleito e sua equipe entendem que, ainda que seja importante vender commodities para a China, o tipo de relação econômica que o país tem com os EUA oferece muito mais para o futuro do Brasil.”

Comentários

  • Serena -

    Com todo o respeito aos chineses, porém é pública e notória a péssima qualidade da maioria dos produtos chineses. Verdadeiras porcarias sem durabilidade, como brinquedos, calçados, baterias, pil

  • Jo -

    Ninguém tem dúvidas sobre a qualidade, a segurança, a tecnologia , a durabilidade dos produtos fabricados nos Estados Unidos. E na China ? Será que podemos ter a mesma confiança??

  • Presidente-XVII -

    Sou mais se aproximar de países livres como os EUA, Israel, e europeus, asiáticos como o Japão, Taiwan, e Coreia do Sul, do que com ditaduras islâmicas, latinas, e o bloco russo-chinês.

Ler 122 comentários