Eunício, o futuro ex-presidente do Senado

O clima de velório no Senado — que terá em 2019 a maior renovação desde a redemocratização — é evidente.

Sem quórum para votações, o presidente Eunício Oliveira — que não se reelegeu no domingo — acaba de encerrar a sessão, convocando uma nova para a próxima terça-feira.

Saiba o que os grandes jornais não contam para você sobre o 2º turno AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 72 comentários
  1. O povo acordou, embora ainda tenha ficado alguns corruptos na Câmara e no Senado, eles agora terão rebolar para conseguir algo! Um dos novos Deputados já denunciou a votação para aumento de salá

  2. Vejamos se os novos fazem os velhos vagabundos trabalharem cinco dias por semana, com ponto e desconto. Aliás, tem que cortar todo exagero de mordomias, baixar o custo, criar vergonha na cara

  3. Fica o recado para os próximos senadores. Coloquem a agenda em votação. Previdência, maioridade penal… Digam sim ou digam não, mas digam. O silêncio dessa gente ai de cima é que os aniquilou.

  4. Podia ter encerrado as atividades até 31.12. Ontem os ataques do tal Hélio José foi hilário. As sessões agora se resumem ao chororô dos perdedores (aqueles que não enganam mais ninguém).

    1. Verdade! uns 2 ou 3 pelo menos! Aí o Mito indica umas pessoas boas para variar!! Moro, Bretas, Dallagnol, Olavo de Carvalho, desembargadores do TRF4 que encaçaparam o molusco!