Ex-advogado de Eike deixa comando da Federação Israelita

O criminalista Ary Bergher, que defendeu Sérgio Cabral e Eike Batista, se licenciou por tempo indeterminado da presidência da Federação Israelita do Rio de Janeiro (Fierj), cargo que ocupa há menos de dois meses.

Segundo o Globo, a saída ocorre depois de Bergher ter sido acusado de agredir uma octagenária durante evento de dança, na Hebraica.

Como O Antagonista já mostrou, o advogado é alvo da Lava Jato do Rio também por sua relação com o megadoleiro Dario Messer.

Exclusivo: Lava Jato investiga ligação entre Eike e Dario Messer

Em meio às fake news, redobre a vigilância. Saiba como AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler comentários
  1. agregador disse:

    QUzUIElOVEVSUE9MLCBvbmRlIGVzdOEgROFyaW8gTWVzc2VyPw==

  2. Vinagre disse:

    S2trayBxIGJhcnJhY28hISFMYWRy428gZXNwYW5jYW5kbyB2ZWxoaW5oYSEhIUNPVkFSREUhISEh

Os comentários para essa notícia foram encerrados.