Ex-assessor de Olimpio recebe alta: “Se pudesse, teria evitado aglomeração”

Ex-assessor de Olimpio recebe alta: “Se pudesse, teria evitado aglomeração”
Foto: Instagram

Internado desde o início do mês de março após ter sido contaminado pelo novo coronavírus, o ex-assessor de imprensa do senador Major Olimpio, Diego Freire, recebeu alta nesta sexta-feira em Brasília.

Freire passou duas semanas intubado. Em entrevista ao UOL, ele relatou como foi enfrentar a doença e depois descobrir que o senador havia morrido.

Fiquei 14 dias intubado. Quando acordei, não falava. Meus braços não se mexiam, minhas pernas não mexiam. Nenhuma parte do meu corpo estava mexendo”, disse.

Quando peguei, achei que seria só uma gripezinha. Mas foi piorando cada vez mais.”

O ex-assessor disse ainda que, depois de ter sido extubado, sua família o poupou da notícia da morte de Olimpio.

Fiquei triste de ter perdido um grande amigo. Precisei entrar na internet para ver que ele tinha morrido. Às vezes, achava que estava sonhando, que alguém falou para mim e estava sonhando. De todas as pessoas do gabinete, os dois que ficaram mal foram eu e ele. Acho que 90% do gabinete teve Covid, se é que não foi 100% (…).

Se tivesse que fazer tudo de novo, acho que teria evitado aglomeração, barzinho. Cheguei a ir para barzinho, ir para festa depois de um bom tempo. Em fevereiro, comecei a ficar mais desleixado. No momento em que fiquei mais relaxado, peguei o vírus.”

 

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO