Ex-chefe de Janot se recusa a ir à CPMI

O procurador Eduardo Pelella, ex-chefe de gabinete de Rodrigo Janot, mandou avisar à CPMI da JBS que não vai nesta quarta-feira à comissão, conforme estava na agenda.

O presidente do colegiado, senador Ataídes Oliveira, do PSDB, apresentou requerimento para transformar o convite em convocação — sendo assim, ele seria obrigado a comparecer.

A tendência é que o requerimento seja votado ainda hoje, e aprovado.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 9 comentários
  1. Direita-bem-burra é burra mesmo [aquela que não sabe argumentar
    e apenas sabe xingar palavrão. rsrs] versus a Direita esclarecida.
    a direita-burra manifesta aqui em O Antagonista logo cedo.
    Muitos da direita-burra são contra notícias.
    A imprensa (mídia impressa) do jeito que é hoje foi inventada no século XIX.
    A direita-burra quer controlar aquilo que é importante para a sociedade!
    O que o noticiado falou, ele falou.
    Não é ninguém que vai mudá-lo. E a notícia tem de ser dada.
    Ou você pensa que quando Hitler invadiu a França,
    de Gaulle não ia ao rádio todos os santos-dias
    (a partir da Inglaterra) para falar exatamente de Hitler,
    e assim os franceses saberem da realidade amarga e real
    (e se prepararem para a dureza da realidade, lutando).
    A direita-burra é burra mesmo.

  2. A CPMI busca indícios de que eles foram orientados pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot e sua equipe a colher provas antes de acertarem a colaboração, o que é ilegal.
    .
    Recolham – Após analisar as provas que chegaram à CPMI da JBS, Ataídes Oliveira diz estar convencido de que o ex-procurador Marcelo Miller orientou a delação dos executivos da empresa e que o ex-auxiliar de Rodrigo Janot deve ser preso imediatamente.
    .
    Sem explicação – Em setembro, o ministro Edson Fachin, do Supremo, negou o pedido de prisão de Marcelo Miller. Ataídes Oliveira quer saber por que a PGR nunca recorreu da decisão. Miller nega as acusações.
    .
    Vou não – Ex-chefe de gabinete de Rodrigo Janot, o procurador Eduardo Pelella enviou ofício para a CPMI da JBS declinando do convite para ser ouvido nesta quarta sobre a delação de executivos da empresa.
    .
    Vem na marra – A demora de Pelella em se manifestar irritou o comando da CPMI que preparou um requerimento de convocação do procurador para depor na condição de testemunha.

  3. Lula havia dito “‘Eles têm que ter medo’, diz Lula sobre quem o investiga”!
    Temer, fiel aliado de Lula da aliança PT-PMDB, dá as mesmas ordens aos seus lacaios do congresso

    1. INVENTEI MAIS UM NICK!!
      QUERO MAIS UMA MORTADELA!!
      QUERO UMA MORTADELA POR CADA NICK QUE EU INVENTEI AQUI PARA TROLLAR!!
      JÁ SÃO MAIS DE 500 MORTADELAS ENTÃO!!

  4. Caramba, Antagonistas! Esta patota do Janot é mesmo gente que tem bronca de CPMI, hein? Que o digam a Folha e a Isto É. Daqui a pouco vão ter que levar este cidadão e mais o Marcelo Miller e alguns outros de igual jaez à CPMI arrastados e aos berros, hein? Nem quero imaginar o que ocorrerá quando chegar a hora do Janot – e, pelo visto, nem vocês…