Ex-diretores da Papuda são processados por regalia a presos do mensalão

O MPDFT pediu à Justiça a condenação por improbidade administrativa de quatro ex-diretores do Complexo da Papuda por regalias a presos ligados ao mensalão, publica o G1.

Eles são acusados de favorecer José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoíno e Marcos Valério com visitas indevidas.

Os ex-diretores também respondem a uma ação por corrupção passiva.

“Um dos processos cita três delegados da Polícia Civil do DF que ocupavam postos de direção na Papuda em 2014 – quando as visitas ocorreram: João Helder Ramos Feitosa, Marcony Geraldo Mohn e Elivaldo Pereira de Melo. O agente de Polícia Civil Wilton Borges da Silva completa a lista.”

Comentários

  • José -

    Pois é... Fizeram isso contando com a impunidade e, provavelmente, com algum mimo recebido. Por bondade e ideologia é que não foi. Foram aliciados? Se sim, ao que tudo indica, parece-me que os aliciadores têm uma parcela de culpa. E o mimo foi como, em espécie? Em presentes? Precisa ser apurado. Os envolvidos precisam devolver o que receberam indevidamente.

  • Mendes -

    À CORRUPÇÃO CAMPEIA NO BRASIL, DE NORTE A SUL DO PAÍS. SALVE Á LAVA-JATO É A ÚNICA OPÇÃO QUE TEMOS , PARA PASSAR O BRASIL Á LIMPO . À ESTRUTURA DO ESTADO APODRECEU !!! O QUE AÍ ESTÁ, É MAIS DO MESMO.

  • Demissão -

    TRAIDORES!!! Deveriam ficar presos até a morte, visto que não temos pena capital.

Ler 20 comentários