Ex-governador do AM está de volta à cadeia

O ex-governador do Amazonas José Melo e quatro ex-secretários de governo passaram a virada do ano na Superintendência da PF em Manaus, depois de terem sido presos na tarde do dia 31.

A Justiça Federal acatou pedido do MP para restabelecer as prisões, revertendo decisão do juiz de plantão Ricardo Salles, que no dia 26 de dezembro libertou Melo e os ex-secretários.

Todos eles são acusados de desviar R$ 50 milhões do sistema de saúde pública do Amazonas.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. As acusações que pesam sobre o ex governador e ex presidiário do MS ultrapassam 235 milhões e no entanto teve apenas uma breve passagem pela cadeia esperamos alguém como Selma Arruda de Cuiabá para resolver o problema.

Ler mais 8 comentários
  1. As acusações que pesam sobre o ex governador e ex presidiário do MS ultrapassam 235 milhões e no entanto teve apenas uma breve passagem pela cadeia esperamos alguém como Selma Arruda de Cuiabá para resolver o problema.

  2. Começamos bem o ano. Devemos seguir assim o ano todo lotando pequenas celas com essa bandidagem que governa o pais. Em breve lularapio estará tomando uma cana gostosa. Mas essa não é destilada não é de 2 metros quadrados mesmo.

  3. Rechaçar decisões de chicaneiros dedicados a soltura, prescrição e impunidade é essencial para inibir o avanço da cleptocracia no Brasil. Solidarizam-se com gatunos, pouco se importando com a frustração do contribuinte, de quem se cobram impostos de padrão europeu em troca de bens e serviços públicos de qualidade moçambicana. Chicaneiros são generosos com bandidos fantasiados de políticos, desrespeitando os cidadãos honestos, que carecem de boas escolas, hospitais decentes, segurança pública e um sistema de saneamento básico digno de algum respeito.
    O avanço da cleptocracia dá-se na razão direta da impunidade assegurada aos peculatários pela banda podre do Judiciário. Não se abalem com a estridência dos vigaristas; prestigiem a Lava Jato, que recupera muito do que nos foi roubado.

    1. Belo texto Getulio! ” prestigiem a Lava Jato, que recupera muito do que nos foi roubado.”
      Com fecho de ouro .
      Feliz ano novo a todos nos.