Ex-ministro dos Portos fica fora de lista de prisões

Telegram

Edinho Araújo, do MDB, ministro dos Portos na gestão Dilma Rousseff e hoje prefeito de São José do Rio Preto, escapou da prisão temporária na Operação Skala.

A PF tinha incluído Edinho numa lista de 17 nomes que deveriam ser conduzidos coercitivamente para depor.

Como as conduções coercitivas estão proibidas desde o ano passado, por decisão de Gilmar Mendes, Raquel Dodge pediu a prisão temporária de 13 deles. A PGR não viu, “por ora”, elementos para prender os outros quatro, incluindo o ex-ministro.

Segundo a PF, Edinho, aliado de Michel Temer, precisa esclarecer os motivos que levaram à renovação do contrato de concessão do Grupo Libra, “mesmo com dívidas pendentes de aproximadamente R$ 1 bilhão”.

 

Comentários

  • Cavallieri -

    Ou seja, para o PGR não importa o motivo, importa quem> O Edinho tinha motivo, mas alguém não quer... Aff... o PGR é um antro pior que o PT!

  • NON -

    Foi só uma coincidência mais um petista graúdo ficar de fora, assim como toda essa celeridade nesse processo... E a Janete, convertida a Carmelita descalça? Se esqueceram dela? Francamente...

  • vichiII -

    QUESTÃO DE TEMPO!

Ler 18 comentários