Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ex-procurador da Lava Jato demitido vai recorrer de decisão

Para Diogo Castor, pena imposta pelo CNMP por pagamento de outdoor favorável à operação foi 'desproporcional'; ele disse não ter usado recursos públicos
Ex-procurador da Lava Jato demitido vai recorrer de decisão
Foto: MPF, Divulgação

Diogo Castor, que integrou a força-tarefa da Lava Jato de Curitiba, vai recorrer da decisão do CNMP que o condenou na noite de segunda, 18, à pena de demissão no processo em que ele é acusado de ter pago um outdoor no Paraná favorável à operação de combate à corrupção.

O procurador argumenta que a “falta funcional” apontada pelo conselho ocorreu “fora do exercício da sua função pública em investigações e processos” e “sem envolver recursos públicos”. Para Castor, a pena aplicada, a mais alta prevista, é “desproporcional”.

LEIA AQUI a reportagem de Fabio Leite na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO