Ex-procurador da Lava Jato pede trancamento do inquérito de Humberto Martins

Ex-procurador da Lava Jato pede trancamento do inquérito de Humberto Martins
MPF/Divulgação

Diogo Castor, ex-procurador da Lava Jato, entrou com um pedido de habeas corpus no STF pelo trancamento do inquérito instaurado pelo presidente do STJ, Humberto Martins, para apurar “suposta tentativa de intimidação e investigação ilegal de ministros da Corte” por integrantes da força-tarefa, publica o Estadão.

Para a defesa de Castor, o STJ não tem competência para  “averiguar suposta conduta de Procurador da República”.

Como mostramos,  Humberto Martins usou as mensagens obtidas ilegalmente pelos hackers presos na Operação Spoofing e divulgadas pela defesa de Lula, após liberação do ministro Ricardo Lewandowski.

Os advogados Marcelo Knoepfelmacher e Felipe Locke Cavalcanti rejeitaram a autenticidade das mensagens.

O Paciente [Diogo Castor], também, já se manifestou diversas vezes que foi vítima de hackeamento, mas não reconhece as supostas mensagens que foram maldosamente divulgadas de modo distorcido ou editado, de modo a apresentar suposições de ilegalidades que nunca ocorreram e, por isso, mesmo, jamais foram confirmadas na análise das centenas de procedimentos do caso Lava Jato”.

O pedido de habeas corpus foi distribuído para a ministra Rosa Weber.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO