Ex-secretário da Saúde cita 'pedra no caminho' ao deixar governo

Ex-secretário da Saúde cita pedra no caminho ao deixar governo
(Brasília - DF, 14/04/2020) Palavras do Secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira. Foto: José Dias/PR

O epidemiologista Wanderson Oliveira, exonerado do cargo de secretário de Vigilância em Saúde nesta segunda (25), mandou uma mensagem de despedida a colegas nesta terça (26) à noite, relata o Estadão.

Na mensagem, Wanderson afirma que o Brasil estava à frente de outros países e ampliava a capacidade de atendimentos e diagnóstico –mas “no meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho”, escreveu, citando o poema de Carlos Drummond de Andrade.

Tido como um dos principais formuladores da estratégia inicial de enfrentamento da Covid-19, o epidemiologista já tinha pedido demissão durante a gestão de Luiz Henrique Mandetta.

Acabou permanecendo na pasta a pedido de ministros da ala militar e saiu dez dias depois da demissão de Nelson Teich.

Leia também: Cloroquina ou Tubaína? O que importa saber é: cloroquina é o remédio para a pandemia?
Mais lidas
  1. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  2. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  3. Neymar pai no 'churrasco de leite condensado'

  4. Bolsonaro contradiz governador do AM e alega que governo não foi informado de falta de oxigênio

  5. Emendas extras liberadas pelo governo beneficiam aliados de Bolsonaro

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 23 comentários
TOPO