Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Exame criminológico teria impedido soltura de Lázaro, diz deputado

Alex Manente, autor do projeto que impõe a obrigação ao Estado brasileiro, lamentou gasto com buscas por criminoso morto ontem
Exame criminológico teria impedido soltura de Lázaro, diz deputado
Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Alex Manente (Cidadania-SP) disse hoje que o caso Lázaro poderia ter sido evitado se o Estado brasileiro fosse obrigado a fazer o exame criminológico antes de soltar presos temporariamente ou autorizar a progressão de regime.

Lázaro foi morto hoje, depois de passar 20 dias foragido.

“Se tivéssemos o exame criminológico como requisito para progressão de pena e saída temporária, não teríamos gasto o que foi consumido para pegar Lázaro”, disse o líder do Cidadania na Casa e autor do projeto que cria essa obrigação.

Manente levantou o tamanho da estrutura necessária para capturar o criminoso. Segundo ele, foram mais de 300 policiais, além de helicópteros, drones e cães.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO