Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Exclusivo: ausente da CPI por problemas de saúde, Tolentino gravou entrevista ontem à noite

Antes de embarcar para Brasília, empresário falou por vídeo ao programa Papo Antagonista, por volta das 20h, mas conversa acabou interrompida
Exclusivo: ausente da CPI por problemas de saúde, Tolentino gravou entrevista ontem à noite
Reprodução/Papo Antagonista

Marcos Tolentino, acusado de ser sócio oculto da FIB Bank, faltou à sessão da CPI da Covid marcada para hoje, alegando ter sofrido, antes de embarcar para Brasília, “grave mal-estar, sendo socorrido no pronto atendimento do Hospital Sírio Libanês em São Paulo”.

Sua defesa informou aos senadores que ele teria dado entrada no hospital às 15h41 com “formigamento no corpo”, provável sequela da Covid — o empresário já afirmou ter ficado internado quatro meses no primeiro semestre, por causa da doença.

Ontem à noite, porém, Tolentino gravou entrevista para o programa Papo Antagonista.

Por volta das 16h40, ele comentou por áudio que estava num consultório, mas não deu detalhes. Disse que estava preparando documentação para responder às perguntas e marcou a entrevista para o início da noite.

Pouco antes das 20h, Tolentino iniciou a gravação por vídeo, via celular, mas ela foi interrompida após 14 minutos, por problemas na transmissão. Em seguida, ele retomou o contato e foi questionado sobre o alcance da procuração que possui em nome da Benetti Prestação de Serviços.

A Beneti é dona da Pico Juazeiro, responsável por integralizar o capital da FIB Bank, empresa que emitiu a carta fiança usada pela Precisa Medicamentos, para fechar contrato de venda de vacinas com o Ministério da Saúde.

Tolentino afirmou que, para responder, precisaria do apoio de uma apresentação em PowerPoint, que sua equipe teria preparado para apresentar à CPI. Após nova interrupção, porém, não foi possível restabelecer o contato.

Assista ao trecho da entrevista:

Mais notícias
TOPO