EXCLUSIVO: BOLSONARO QUER O FILHO CARLOS COMO MINISTRO DA COMUNICAÇÃO

Jair Bolsonaro revelou a O Antagonista que estuda nomear o filho Carlos ministro-chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência.

Ele ficaria responsável por administrar a verba publicitária oficial, além de atuar como porta-voz do governo. Segundo Bolsonaro, a pasta teria status de ministério.

“O cara é uma fera nas mídias sociais. Tem tudo para dar certo”, disse. O presidente eleito explicou ainda que pensa em reduzir a verba de comunicação do governo, mas não pretende cortá-la.

A decisão sobre a nomeação depende agora do próprio Carlos Bolsonaro, que, segundo o pai, “está avaliando os prós e contras”.

Ouça abaixo o áudio da entrevista com o presidente eleito:

Mario Sabino e Diogo Mainardi convidam para o 1º Encontro de Antagonistas, dia 26. Vagas limitadas: confira AQUI CLIQUE AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 864 comentários
  1. Vi a entrevist dele hoje ao vivo. Antagonista cada vez mais famoso.Eh eh nada como nosso presidente ter um Antagonista e mil leitores dando opiniões sensatas! Viu, é isso aí, sem gritarias. Sem of

    1. O primeiro já foi colocando Mandetta. Esse seria o segundo.Mas corretamente seu filho agiu com o governo de seu pai e com os seus eleitores que o elegeram para continuar seu mandato na C.de Ver.do Ri

  2. É barril, Bolsonaro. Caia fora. Se teu filho gostar mesmo de vc, não aceitará este cargo. E se honrar os mais de 57 milhões que confiaram seus votos a vc, não fará isso. É nepotismo à enésima

  3. Querido Presidente, nao faca isso! Pf!! Ja tá começando a ficar difícil explicar certas coisas , com q cara eu eu apareço pros amigos petistas? Sai dessa Carlos!!! Pra vc é ainda pior.

  4. A estratégia de Jair Bolsonaro na comunicação é como os filmes mockumentary, depende de que quem cuida da comunicação dele grave tudo, esteja 100% disponível, e seja de total confiança.

  5. Porque ele colocaria estranhos no ninho? a estratégia dele depende que quem cuida da comunicação o acompanhe em tempo real, como se fosse um programa ao vivo, que passa todo dia.

    1. Ele acompanharia o capitão 24h? A estratégia do capitão, de gravar tudo, como se fosse um filme, depende disso pra ter sucesso. E tem tido sucesso. Só o Carlos teria essa dispinibilidade.

  6. Perdi a fé no governo do JB. Tirando os militares e Sergio Moro, as escolhas vão de mau a pior. Assistam o vídeo do capitão Durval Ferreira de hoje 21/11/2018 no youtube. Ele confirmou o que eu es

    1. Se você é, diga qual a estratégia dele, e se ele tem algum mega-esquema além de um smartphone, e de uma gambiarra pra ajudar na iluminação, nas lives feita de dentro da casa dele… diz aí.

    1. Felipe Moura Brasil é na minha opinião o melhor jornalista da atualidade. Mas ser ministro é diferente. Seria uma aposta. Eu apostaria.

    2. Ana Amélia não merece não; e Willian Waack parecia que não morria de amoes por Bolsonaro! Mas Alexandre Garcia, e Claudio Dantas são TOP. Felipe tb!!!!

    3. Desses aí? Só o Felipe Moura juntaria alinhamento. Mas nenhum seria capaz de acompanhar o capitão de cima pra baixo. A estratégia dele depende disso.

  7. Pega mal duplamente, porque: 1) é uma quebra de promessa de campanha; 2)isso não é costumeiro entre chefes de estado de países verdadeiramente democráticos (fisiologismo); 3) assim, vira-se vidra

    1. Fisiologismo? Ele precisa oferecer algo pra ter o apoio do filho, que sempre o apoiou, junto de assessores mais próximos, e do resto do eleitorado, através da internet, e nas ruas?

    1. Nenhuma seria capaz de acompanhar o Jair Bolsonaro onde quer que ele fosse, pra acompanhar tudo, gravar tudo, de um modo que isso não afetasse a confiança do capitão na equipe.

  8. Entendo Bolsonaro , o Carlos tem méritos e potencial para ajudar , a confiança total é difícil no mundo político . Poderia ser um acessor sem problemas , mais que isso vai abrir a Guarda .

    1. Redução de Ministérios? Cada Ministério terá quantos secretários? Não estou vendo redução e sim concentração de poder e verbas.

    1. Só digo isso, pq na comunicação, além de confiança e meritocracia, conhecer o mito e saber filtrar é importante. Saberia lidar com a rispidez do presidente. Trump teve alguns problemas qto a iss

    2. Filhos de artistas, cantores, esportistas, médicos, professores etc as vezes seguem a carreira dos pais, ou trabalham juntos em cooperação e aí?

  9. Não meu Presidente. Nos surpreenda! Ademais, o herdeiro poderá ser eleito presidente uma dia, então, agora é nomear um nome técnico na área. O herdeiro pode ser ótimo mas é inadequado agora.

  10. Seria o começo do fim… Que isso não seja verdade! Tem que manter a postura e se afastar da tentação nepotista! Nem Lula, nem Dilma fizeram isso! Seriam dois tiros, um no pé e outro no coração

    1. Nada impede alguém assim trabalhe ao lado de Carlos Bolsonaro. O capitão já demonstra que só confia numa equipe que seja coordenada por alguém da confiança dele.

    1. Enquanto for assim, o que vale para os outros não vale pra nós, nadica de mudança na terrinha descoberta por Cabral! Eita povinho!

    2. Fico imaginando se o eleito fosse outro e quisesse colocar um filho em ministério. Brasil estaria todo nervosinho com nepotismo de políticos da velha escola. Eita hipocrisia.

  11. Esperamos que seja “isca” para a imprensa e, se não for, que reconsidere. Não só por ser filho, mas tb porque o rapaz está longe de ser adequado. Há nomes muito melhores e mais apropriados.

    1. … pelas estratégias adotadas nas redes sociais pela equipe de Jair Bolsonaro, por grupos de direita conservadores, liberais econômicos, etc.

    2. Aí é implicância de alguns. Não tem nome melhor do que aqueles que já garantiram a vitória na eleição, e o sucesso político para além da eleição. As pessoas se politizam mais, incitadas…

    1. O Alexandre Garcia não vai. Nem o Nunes. Eles tem carreiras, não precisam disso. Mas concordo em chamar nomes pra ajudar o Carlos, se ele aceitar.

  12. Má idéia. Iria cair na provocação da extrema imprensa q não deixaria passar oportunidade d espicaçar o pai dele só p causar a reação do rapaz. Como pai, Bolsonaro deve preservar o filho.

    1. Ah se Jair Bolsonaro fosse pautado pelo que essa parte militante da imprensa acha, ou deixa de achar, ele não sairia nem de casa, muito menos teria ganhado a eleição.

  13. Cheguei aqui agora e não acredito que o Bolsonaro vá fazer uma bobagem desta. O filho pode ser competente, mas iria trazer vários desgastes, além de jogar o filho e ele próprio na fogueira.

    1. Rapaz, leve em conta que tem que ser alguém com confiança e intimidade com Jair Bolsonaro. Não pode ser qualquer pessoa. Tem que ser alguém que o acompanhe, em qualquer lugar, em tempo real.

  14. Pronto. Começou a mostrar que não é diferente dos outros. Depois vem as noras, os primos…Vai me dizer que o filhote é o melhor que existe? Eu também acho que minha filha deveria ser Presidente.

    1. Exagero. Só quem não pesquisa ignora o fato de que sempre foi o Carlos, o capitão, e os outros filhos políticos, mais alguns assessores, e o resto do eleitorado, que fizeram a comunicação.

    1. Desinformado. Leia o livro dele e saberá que ele sempre foi um aluno aplicado, se destacando sempre ficando em primeiro nas academias militares, na parte teórica.

    2. …..Q.I de beterraba mesmo. Segundo ele, seu português foi forjado no confronto entre linhas e colunas da cruzadinha semanal, que era publicada na fôia de SP.

    1. O Jair Bolsonaro foi eleito por uma maioria de conservadores. Ele não caiu do céu. Poderia ser qualquer outro que se apresentava contra o pt. Foi ele. Nunca perdeu uma eleição.

    2. Verdade. Entretanto, é indefensável nomear um parente. O herdeiro pode continuar ajudando e aguardar a sua vez. Acredito que poderá ser candidato a presidente (depois do Moro rsrs).

    3. Quem é Carlos Bolsonaro, além de ser filho do Presidente eleito, graças ao PT? Se vocês ainda não entenderam, o Bolsonaro foi eleito pelo PT ou é preciso desenhar para vocês?

  15. Nao, não faz isso! Pelo amor de Deus! Nomear parente para cargo não! Poderia ser o maior especialista no assunto, mas não dá. Isso é mais do mesmo! É velha política, política paleolítica!

    1. Não é mais do mesmo, visto que não é mistério pra ninguém que a equipe dele sempre foi a mesma: o capitão, os filhos políticos, e os assessores mais próximos e antigos.

  16. Imbecil é quem acha que Jair Bolsonaro vai entupir o ministério dele de jornalistas da grande mídia, que não tem qualquer relação de confiança com ele, e não sabem viralizar conteúdos.

    1. Não. O Olavo trabalha com astrologia. Acho que ele não toparia mudar de área — ele parecer ser muito profissional.

  17. Quem reclama, além de dificilmente ter votado em Jair Bolsonaro, parece desconhecer que a “equipe de comunicação” de Bolsonaro, como dá pra ver nas lives, é ele, assessores, e seus filhos.

    1. Aí já é exagero seu. O Carlos todos sabem que sempre, ao lado dos outros dois filhos políticos do capitão, presidiu essa área da comunicação, junto dos assessores do capitão.

  18. …nem começou, já começou o nepotismo ?! …já disse que não cortará verba publicitária(como prometeu)… e irá pensar se irá reduzir a verba…, nomeando Joaquim Levy etc… sei não !!

    1. Só a adjetivação e o palavreado tornam difícil crer que tenhas votado em Bolsonaro, ou que muito menos conheça a estratégia de comunicação dele.

  19. Piada é alegar que a folha, a globo e a desVeja atacariam ele. JÁ o fazem. Onde esteves nos últimos 30 anos em que Jair Bolsonaro foi vereador, deputado, e candidato vencedor a presidência?

    1. Dê motivos. Porque entregar o poder de decidir a estratégia de comunicação a um estranho no ninho, sem relação de confiança?

    1. Só vejo uma vantagem: irritar os Noblat.Francamente,não paga a pena.Augusto Nunes parece sensato e sem medo de contarriar,quando necessário.

    1. Nada disso. O combinado foi eu parar de riscar a área de comentários e eles pararem de me expulsar. Lá é bizarro. Aquela galera é completamente irracional. Fui ameaçado de morte várias vezes…

    1. Ruim? Venceu o sistema inteiro. Um grupinho de “amadores” humilhou coligações, marqueteiros, e grupos de eleitores sem criatividade. Daí agora ficam querendo ensinar o padre a rezar a missa.

  20. Isso caracteriza NEPOTISMO. E as críticas serão certas e desta vez completas de razão. Sou contra. Totalmente contra. E como se não houvesse no país ninguém eficiente para pôr na função.

    1. Escrever em caps lock não é prova de nada. Citar artigos, regimentos, leis, é. Se há essa cogitação, há a possibilidade. Repito: se é cogitado, é porque em time que tá ganhando não se mexe.

    1. Onde estivestes na campanha? Quem tu achas que ajudou Jair Bolsonaro? Ele, os filhos, e alguns assessores. O resto os eleitores fizeram, ajudando a viralizar os conteúdos. Eis a comunicação.

  21. Concordo q o Cláudio é 1 nome excelent, mas precisamos dele aqui n Antagonist, p nos manter informados e ajudar o governo c seus furos d reportagem! Felipe é ótimo, mas José Maria é mais experie

    1. Paciência. A equipe vencedora é essa. Descobriu agora? Ele, os filhos, e os assessores, mais o trabalho voluntário dos eleitores, apoiadores conservadores, grupos de direita.

  22. É tudo q petistas querem.Não se deixe levar,Bolsonaro.Seus filhos serão sempre seus filhos independente d qq coisa.Eles serão + úteis sendo SEUS OLHOS E OUVIDOS. E vai impor + respeito.

    1. Desde quando Jair Bolsonaro se pauta pelo que petistas, ou quaisquer esquerdistas acham ou deixam de achar? Se assim ele conduzisse suas ações, ele não seria ele.

    1. Desgaste seria nomear um desconhecido pra administrar uma área essencial pra rodada de vitórias de Jair Bolsonaro. Em time que tá ganhando não se mexe.

    1. Por ele trabalhar com quem sempre tem trabalhado, honestamente, e com toda transparência, até agora? A equipe dele sempre foi ele, os filhos, e alguns assessores a mais. Qual a surpresa?

    1. Ana Amélia é isentona, não desperta fidelidade ao projeto, não é conservadora, corre o risco de desautorizar o presidente, e gerar choque de visões, ideologias, e declarações. Não dá.

    1. Não é com Brasília que Jair Bolsonaro tem que se importar. É com o Brasil, com o mundo, e com a internet, que é o meio de comunicação do próximo século. E é preciso que o time mantenha…

    1. Quem não votou nele mal sabe que a equipe dele sempre foi ele os filhos, e alguns poucos assessores. A chave do sucesso eleitoral e político tem sido essa, no contato direto, via internet.

  23. Que merda é essa Bolsonaro? Seu filho é capacitado para isso?? Qual o proximo a ocupar ministerio? Magno Malta? Pelo amor de Deus! Nao votei em voce para isso. Nao me arrependo disso,mas Sergio talv

    1. Você tem a mínima noção de quem cuidava da comunicação de Jair Bolsonaro? Acha que era uma empresa de marketing? Não era. Era o capitão, os filhos, e poucos assessores mais. Nada mais.

    1. Tem um monte de comentaristas com linguagem chula, fingindo eleitores. Carlos Bolsonaro é um vencedor na comunicação nas redes. Ele pode tranquilamente chefiar a SECOM escolhendo bons auxiliares.

    1. Se for legal, não tem porque não aceitar. Em time que tá ganhando não se mexe. Time, no caso, é Jair Bolsonaro, seus filhos, e seus assessores.

  24. Capitão, o JOSÉ MARIA TRINDADE! É o nome ideal! Culto, humilde, leal, honesto, competente, e conhece BSB na palma da mão, e sabe os caminhos das pedras…. Seria nosso sonho de consumo!

    1. Ele é conservador? Politicamente incorreto? Qual o discurso dele em relação ao regime militar? O que ele pensa de orgãos globalistas? Simples assim. Ele sabe viralizar conteúdos?

  25. Fiz campanha, briguei, me inispus com familiares e amigos, por você. Mas se você fizer isso, Bolsonaro, pra mim já era. Deixe de ser amador e nomeie um Jornalista de Escolas e da sua confiança.

    1. Se você é realmente isso tudo que você diz ser, deveria entender que em time que está ganhando não se mexe. Sempre foi ele, os filhos, e mais poucos assessores. Essa equipe ganhou a eleição.

    1. Isso é conversa de quem quer impor algum nome pra desestabilizar e gerar choque de visões, de narrativas, com incoesões ideológicas.

    1. Negativo. Em time que tá ganhando não se mexe. Mecanizar a comunicação de Jair Bolsonaro, engessaria a forma dinâmica, viralizante, e espontânea com a qual ela é feita, nas redes sociais.

  26. Quem reclama alega ilegalidades onde não tem, e acha que Jair Bolsonaro depende de uma mega-estrutura pra se promover. Na verdade, é ele, os filhos, e alguns poucos assessores nas redes.

    1. Bandido! Me dedurando, traidor?! Vou deletar esse tópico, fanático. Essa prosa já foi longe demais! Segura essa, criminoso.

    2. … e cuidado com esses trolls, antagonistas. Querendo bagunçar os comentários. Outro dia ele riscou os comentários, usando hmtls, e outros códigos, salvo engano.

    1. Chegou tarde. A esquerda faz isso a 30 anos. Reclama de cada passo adotado por Jair Bolsonaro. Que reclamem. Mexer na estratégia de comunicação seria burrice.

  27. Claudio, diga ao JB pra não fazer isso por nada neste mundo!!! Prato cheio para a oposição: NEPOTISTA!!! E ele durante a campanha disse que não nomearia filhos!!! Fale co ele, com o Mourão, o Hel

  28. Não gostei ! Por mais que o filho do presidente eleito seja uma “fera” da comunicação, é um péssimo exemplo de nepotismo. Existe muita gente mais competente (e experiente) para assumir o posto.

    1. O povo pega essa palavra e usa como um espantalho. Se é cogitado nessa altura do campeonato, alguma chance deve ter. Não se deve mexer em time que tá ganhando. E o time do capitão é esse.

    2. Melhor assim que fazer como o lulla… Não botou os filhos na política porque o teto é baixo… Cria empresa , fica milionário e vira “Ronaldinho” dos negócios… Corrupção…

    1. … o maior erro da vida dele. Não tem que agradar o sistema não. Tem que ter intimidade, confiança, e alinhamento ideológico.

    2. Que besteira. Quanta gente querendo ensinar o padre a rezar a missa. Tirar o controle da comunicação, principalmente nas redes sociais, dos filhos de Jair Bolsonaro, seria…

    1. Eu não considero desrespeito. Considero não mexer em time que está ganhando. A chave do sucesso tem sido essa presença de Jair Bolsonaro, alguns assessores próximos, e seus filhos, na redes.

    1. Não misture as coisas, Oswaldo. Por que raios o Jair Bolsonaro nomearia um ESTRANHO pra parte de comunicação dele, se quem sempre cuidou dessa área foi ele, os filhos, e alguns assessores?

    2. Nem mesmo assim Maria! Ele durante a campanha, perguntado, disse que não nomearia filhos! Os zumbis vão se levantar dos túmulos para sacrificá-lo!

    1. Tanto faz. Nenhuma novidade. Esquerdistas sempre atacaram Jair Bolsonaro. Venham quentes, que o povo está fervendo.

    1. O brasil não tem um pingo de chance de dar certo, Olha o nível dos políticos se um político inglês cogita esse absurdo(Nepotismo) ele e forçado a renunciar aqui é diferente chamam de MITO.

    1. Só essa adjetivação toda faz a pessoa duvidar se se trata de um apoiador que conheça a estratégia vencedora de Jair Bolsonaro, que partiu dele,, alguns assessores, e seus filhos.

    1. Ele cuida da comunicação do pai, desde sempre. Quem não sabe, fica sabendo. A equipe de comunicação sempre foi o capitão, os filhos, e alguns assessores. Jair Bolsonaro sempre disse isso.

  29. está cada vez mais do mesmo.investigados, parentes,figuras de governos anteriores.mostra que não tinha projeto pois nem elle mesmo não acreditava que seria eleito.elle não tem o direito de decepci

    1. Prove que é nepotismo, com citações, neste caso em específico. Ou ele nomeia o filho, ou ele extingue o cargo. Não nomeará um estranho pra cuidar da comunicação dele.

    1. A arca de Noé foi feita por amadores, e o Titanic por profissionais. Amadores sempre são capacitados, através do esforço, e da fé em Deus. A equipe de Jair Bolsonaro sempre foi pequena.

    2. as comunicações de Bolsonaro sempre foram amadoras e mal feitas e isso era importante a campanha para se aproximar do povo agora eleito ele representa o Brasil não pode ter amadorismo e nepotismo

  30. Filhos com curo superior, trilíngues (ao menos o Eduardo e o Carlos são, dados os vídeos que já chegaram a publicar), com profissões. Não são iletrados. Ajudaram o país a vencer o pt.

  31. Apoio Bolsonaro em tudo. Porém , põe o filho em alguma assessoria especial, mas pra comandar a pasta das Comunicações é tiro no pé. Coloca o Alexandre Garcia ou a Ana Amélia. ou o Augusto Nunes

    1. Pior do que querer ensinar o time vitorioso a ganhar, o padre a rezar a missa, é indicar tipos como Ana Amélia, que não tem qualquer fidelidade, ou intimidade, ou alinhamento ideológico.

    2. Isso irá para o supremo e o filho dele não fica uma semana no cargo que amadorismo entregar uma vitória dessas para o inimigo e eu pensei que a ideia era reduzir ministérios

    1. Não tem intimidade o suficiente, não é conservador o suficiente, não é politicamente incorreto, é critico ao regime militar, e mais, o que poderia incorrer em outros choques de narrativas.

  32. 1 – Ministros corruptos (plural mesmo), 2 – Manter Raquel Dodge na PGR que sempre atentou contra a campanha dele, 3 – Colocar o Thammy Gretchen como ministro. Bolsonaro está subestimando o povo, VSF.

    1. Ana Amelia é fã de Fidel Castro, nas eleições de 2012 fez campanha prefeitura para Manoela Davila do Partido Comunista. Piada!!!

    2. Ela não serve. Não se encaixa, não tem lealdade, não tem trânsito, e não sabe produzir conteúdos que mantenham o contato direto com o eleitor.

    3. Gosto muito da ideia da Ana Amélia. O Carlos poderia trabalhar junto a ela, mas nos bastidores. Acredito que a exposição do Carlos não traria benefícios para o Presidente.

    1. Ele tem é que seguir vencendo, sem ligar pros latidos da parte aparelhada esquerdista da mídia mainstream, pois assim ele seguirá sendo quem sempre foi. Politicamente incorreto, conservador.

  33. Em time que está ganhando não se mexe. O Carlos Bolsonaro, que é bilíngue ou trilíngue, a tempos cuida da comunicação de Jair Bolsonaro. Esse “amadorismo” VENCEU um sistema. Pra que muar?

    1. Especifique o uso do “termo”. O Carlos não é nenhum anônimo que chegaria pra enriquecer. Ele só cuidaria da comunicação.

    1. Muito bem! Uma das mais respeitadas mulheres do país! Temos que ter um equilíbrio e ela sabe muito bem fazer esta tarefa! Foi uma da maiores jornalista e comentarista política que este pais já tev

  34. Vai começar a fazer cagada, nada de filho, coloca outra pessoa, isso vai trazer problema, a credibilidade cai, onde está a moralização, acorda Bolsonaro, vai mela tudo, basta os ministros do DEM..

  35. Se o Jair vacilar, esses seus filhos serão seu calcanhar de Aquiles. Diria que convém manter uma “distância sadia” deles. Aventar essa possibilidade já me espanta. Será que não enxergam isso?

    1. A comunicação de Jair Bolsonaro não tem essa necessidade de ser profissionalizada demais. Se fizerem isso, descaracteriza uma estratégia de sucesso, vencedora.

    1. … acordem pra vida, e não queiram ensinar o padre a rezar a missa. As maiores presas dos comunistas são os liberais.

    2. “Conservadorismo fanático”. Essa é boa. A maioria da população é fanática, então. Porque no mundo dos liberalóides só se discute dinheiro, no mais, tudo mais é relativizado.

    1. Nem vale uma resposta, pois os liberalpoides que perguntam esse tipo de coisa não aguetam respostas politicamente incorretas.

    1. Não mesmo. A estratégia tem sido essa, faz vários anos já. Pra quê mudar? Pra alocar um jornalista estranho? O Carlos Bolsonaro não trabalharia só. Ele teria comissionados.

  36. É a primeira vez que vejo nesse blog tanta crítica ao presidente eleito Bolsonaro. Lastimável o tratamento que Os Antagonistas deram ao presidente (você??) e lastimável o possível nepotismo.

    1. Não é nepotismo. É inveja de quem não acompanha o ritmo de uma estratégia vencedora, de uma campanha que foi ganha contra tudo e contra todos… através dos smartphones.

  37. Um erro coloca-lo neste cargo, comunicação vai além das redes sociais, é necessário uma pessoa da área com visão estratégica de gestão, também não seria bom para imagem do governo.

    1. Não. Essa visão engessada não combina com o que Jair Bolsonaro construiu até aqui, que é uma comunicação em tempo real, através de posts e e lives nas redes sociais. Mudar isso é arriscado.

    1. Pois é a verdade! As redes sociais estão crescendo, a internet está ganhando cada vez mais espaço, e as mídias tradicionais estão perdendo espaço.

  38. JB, seu filho pode trabalhar nos bastidores. É 100% confiável p/vc. Ele repassa a notícia q/vc. quiser. Ñ precisa nomeá-lo, pois se algo der errado e ele tiver q/ser exonerado, vc será crucific

    1. … o capitão ganho contra o sistema, em grande parte, devido aos smartphones. Entregar o controle de suas redes seria um erro épico.

    2. Se faz necessário em mexer em time que está ganhando? A estratégia vencedora é a do Jair Bolsonaro e de seus apoiadores, não de quem está chegando agora, pra dar pitaco, digo, sendo sincero.

  39. Chora petralha , chora . Você não pode imaginar a satisfação que dá ver um petralha chorando , cuspindo marimbondo , a beira de um ataque de nervos . Nós , da DIREITA , vamos até 31/12/2.022 !

  40. Foi sugerido o nome do jornalista José Maria Trindade, da J. Pan de Brasília: discreto, experiente, equilibrado, conhece os bastidores do poder em Brasília… Bolsonaro deveria conversar com ele.

    1. EXCELENTE! MELHOR nome até agora! JOSÉ MARIA TRINDADE é mais do que competente para o cargo! Seria uma nomeação de excelência! #JOSÉMARIAnaSECOM! Melhor IMPOSSÍVEL!

    1. Dê bons motivos pra se mexer num time que está ganhando. A cúpula de Jair Bolsonaro sempre foi ele, os filhos, e mais uns poucos assessores.

    1. Eles não sabem lidar com a estratégia vencedora e viralizante do Jair Bolsonaro. Eles são muito presos ao padrão profissional. Não tem essa espontaneidade, essa imprevisibilidade do sucesso.

  41. Pelo amor de Deus!!!! Chame a Michele para impedir essa barbaridade!! Ela pode ter algum tipo de visão que falta ao capitão ao pensar em algo tão estapafúrdio. Munição de graça para os adversá

    1. Estapafúrdio? Preocupada com o quê? Com alguns esquerdopatas implicando? Me explique pra quê tem que mexer em time que tá ganhando. Dê motivos pra ele delegar o controle das redes a outros.

    1. Nem de longe é tão conservador, e não entende a estratégia viralizante que garante o sucesso de Jair Bolsonaro. E não tem qualquer intimidade com o capitão.

  42. A questão é sobre os esquerdopatas alegarem nepotismo, a outra é a própria mídia ir de encontro, visto que seu ministério poderá criar barreiras de acesso da imprensa. Acho Uma boa para o gover

    1. Achar é uma coisa, ser é outra. Até agora não tem resposta sobre a necessidade de se mexer em time que tá ganhando. O capitão sempre teve nos filhos, e em poucos assessores, sua vitória.

  43. Jair Bolsonaro e os filhos (o Carlos) só entregariam o controle das redes sociais, e da comunicação em geral, sendo burros. A estratégia deles é que é vitoriosa. Pra quê delegar a estranhos?

  44. Jair Bolsonaro e os filhos (o Carlos) só entregariam o controle das redes sociais, e da comunicação em geral, sendo burros. A estratégia deles é que é vitoriosa. Pra quê delegar a estranhos?

    1. … essa ninguém responde. Não adianta colocar um estranho e por toda a comunicação a perder. Não é a militância, os apoiadores, os eleitores que tem que se adequar. É a mídia mainstream.

    2. Governar com os seus também faz parte, Edgard. E se for um filho, como é o caso, de modo bem específico, se for legal, como parece ser, então ok. Pra que mexer em time vitorioso?

    1. Burro seria se ele mudasse a estratégia vencedora, que deu o cargo de presidente a ele. Não vejo mal no filho chefiar a equipe de comunicação, e controlar as redes sociais, como tem feito.

  45. A família Bolsonaro hoje goza de um prestígio acho que nunca visto na história da república. Sao um D.F, um senador e um presidente. Espero que não joguem isso fora por besteiras dessa ordem.

  46. Claudio, ja que voce fez esta entrevista e noticiou em primeira mao no Antagonista, transmita por favor ao Bolsonaro a péssima repercussao que a noticia causou junto aos apoiadores do Presidente.

  47. Bolsonaro, você está começando a não cumprir com suas palavras antes da eleição. Seria um prato cheio para oposição destruir seu governo. Você aguentará a crítica? Será um desgaste desnece

    1. Jair Bolsonaro enfrenta opositores assanhados faz 30 anos. Não seria novidade. Ele não se pauta perante o que cetos grupelhos partidários ou midiáticos acham.

  48. A Senadora Ana Amélia Lemos seria a pessoa mais adequada! Uma excelente jornalista e já atua na interlocução dos três poderes, religiosos. No senado já é a porta-voz do Governo de Bolsonaro.

    1. Pessoal, é a viúva do Senador Octávio Cardoso da ARENA, ela é mais de direita do que o próprio Bolsonaro. Seu marido substituiu Tarso Dutra. Até como Ministra da Educação seria uma ótima opç

    2. Ui ! Essa é outra de esquerda, admiradora de Fidel Castro e na eleição de 2012 fez campanha para Manuela Dávila do Partido Comunista. Só pode ser piada !!!!!

    3. Ela foi alinhada ao Alckmin, e não tem qualquer lainhamento ideológico com Jair Bolsonaro. Não é conservadora nem politicamente incorreta o suficiente. Não tem a irreverência das redes.

    1. E daí? Já fazem. Faz décadas. Se for legal, como parece ser, o Carlos deveria aceitar. Pessoa de extrema confiança.

  49. Desgaste infeliz. Brasil não é EUA. O filho pode ser a fera que for, isso é um erro político. Talvez suficiente pra refluir grande parte da simpatia conquistada e, pior, recrudescer a oposição.

    1. É só a comunicação. E o Carlos cuida das redes sociais, que são a comunicação do Jair Bolsonaro. Se não fosse ele, não haveria vitória

    1. Acompanhe o Carlos Bolsonaro e o Jair Bolsonaro em seus respectivos twitter que aí fica organizado e vc se livra das famigeradas fake news.

    2. Negativo. Eles não precisam “organizar” só porque as palavras dele rivalizam com as mentiras da mídia desinformante. A imprensa que se ajuste.

    1. Por que não? A estratégia tem sido um sucesso. Seria burrice arriscar perdê-la delegando o controle das redes, e de outras áreas da cunicação, pra estranhos, “profissionais”.

  50. Concordo sendo a comunicação função de confiança, dos filhos este é o mais sensato e tem como ser sim ministro. Quanto ao nepotismo não existe nesse caso.Não há Lei que impeça e pronto.

    1. O filho do Jair Bolsonaro já é um “nepotista”, então, pois ajuda o presidente desde sempre, nas redes sociais. Essa parceria garantiu uma vitória eleitoral.

    2. Sim mas mesmo assim seria um desgaste desnecessário do governo Bolsonaro. Ele está montando super ministérios com Moro e Paulo Guedes, então não deveria quebrar o compromisso feito antes das elei

    3. Não configura nepotismo, pq cargo de ministro é cargo político e não cargo de servidor púb, logo pode colocar alguém da família que tenha competência para exercer a função.

  51. Cláudio Dantas e um nome bom, mas não pudemos ficar sem ele no Antagonista, Felipe Moura,logo colocava o Carlos como Assessor, pois ele ainda não tem jogo de cintura,que tem que ter e muito.

    1. Hein? Mas a estratégia quem tem dado certo até aqui e a que venceu a eleição e desestabilizou o sistema. A estratégia de Jair Bolsonaro e de quem auxilia ele, nas redes sociais.

  52. PQP. Que porra é essa Bolsonaro? Vai te ferrar com essa de o menino é bom. Ele pode ser o gênio da comunicação, então que vá pro mercado privado. o país não merece mais ninguém brincando de

    1. Que brincando. A estratégia dele venceu esquemas de poder, partidário, e mega-coligações, na eleição. A estratégia de Jair Bolsonaro e de quem auxilia ele não pode ser alterada, é vitoriosa.

    1. É cargo de confiança e Carlos já ajuda faz tempo, na comunicação de Jair Bolsonaro. Os filhos são a maior retaguarda do capitão. A eles, o caputao não seria nada. Escantear o Carlos é erro.

    1. Pois é. Quer ensinar o padre a rezar a missa? Essa estratégia vem mudando a política pra melhor, e leva o eleitor a um contato direto com o Jair Bolsonaro, SEM filtros.

  53. Não se mexe no que tem dado certo. Foi a “comunicação” de Carlos o dos INTERNAUTAS que elegeram B17! Apoiado, desde que continuem com a VERDADE e a TRANSPARÊNCIA dos fatos reais!

    1. De qq modo vão acusá-lo de nepotismo e controle da mídia! É melhor deixar como está, continuar com as lives semanais e um jornalista sério como porta-voz do governo. Simple assim.

    1. Acho que o nome disso é nepotismo, não é? Eu achava que o Brasil viraria um país sério… to vendo que pelo visto não…

    1. É só colocar o Alexandre Garcia que tem tarimba de microfone trabalhando ao lado do Carlos Bolsonaro que é um vencedor !!!!

    1. colocar o filho porque enxerga nele qualidades insuperáveis quando a própria nomeação é em si polêmica quando deveria agregar, não é genial!

    1. … só aqui no Brasil tentam mexer em time que está ganhando, no caso o time que cuida da comunicação do capitão.

    2. A Súmula Vinculante nr. 13 (do nepotismo) abre algumas exceções para cargos de natureza política, mas, na prática, é nepotismo.

    1. Não sou MAV e muito menos de esquerda, mas acho um baita tiro no pé. Cheira a nepotismo sim. E tem gente melhor pro cargo. PÉSSIMO E DECEPCIONANTE.

  54. Não! De jeito nenhum. Vai ser desmoralizado na mídia, inclusive com vídeo de campanha, afirmando que “não nomearia filho pra cargo nenhum”. Alô! Bolsonaro não vai ter como explicar.

    1. Eu também acho melhor o William Waack , experiência Internacional , poliglota , respeitável , culto , inteligentíssimo , etc… etc…

    2. Exatamente! Falta malícia que o cargo exige para lidar com a mídia! Realmente o William Waak seria ótimo! Além de ser um grande conselheiro em assuntos internacionais!

  55. Tah de sacanagem bolsonaro? Aí é o fim da picada, esquece essa porra de familia na presidencia. Tem caras mais competente que esse teu filho mané. Pai é foda, gosta de puxar o saco do filho.

    1. Isso, o Waak! seria PERFEITO! E ainda pode ser um grande conselheiro em assuntos internacionais! POR FAVOR, CAPITÃO, O WAAK!!! nota mil!

    2. William Waack não duraria uma semana com seu globalismo contra Israel. Alexandre Garcia pode fazer parte da equipe do Carlos Bolsonaro.

  56. Capitão, com todo respeito, adoro o Carlos, e ele tem feito 1 ótimo trabalho até aqui, mas NÃO, POR FAVOR, POUPE-O e ao sr tbém! Temos ótimos profissionais p o cargo: Alexandre Garcia, Augusto N

    1. CONCORDO! Felipe Moura Brasil. Converse com o Olavo de Carvalho sobre ele. Vai ser melhor para todos inclusive para você Bolsonaro.

  57. Péssima ideia! Esse cargo merece um Alexandre Garcia, Augusto Nunes ou o Felipe Moura Brasil. Esse posto não pode ter “sangue nos olhos”, além do mais estará dando munição para os inimigos rec

  58. Não!! É uma posição estratégica, comunicação é super importante, deve ser alguém muito experiente inclusive para “torear” jornalistas mal intencionados em coletivas. Alexandre Garcia ou W

  59. Eu concordo q ele coloque o Carlos Bolsonaro, ele precisa de alguem da confiança dele pra lidar com essa mídia esquedopata q so visa denegrir,desinformar e manipular o povo.Bolsonaro tem meu apoio

  60. Bolsonaro nem devia ter comentado essa possibilidade. Isso é NEPOTISMO na veia! Tiro ano pé! Só vai servir como munição para a PeTralhada! Tem muita gente de excelente qualidade no Brasil.

  61. Pois é. E adivinha quem cuidava das redes sociais do capitão? Elas são parte do sucesso dele. O capitão sempre disse que cuidava mais do Facebook. O resto eram assessores e filhos.

    1. Ouça o áudio de Bolsonaro com Claudio Dantas, logo abaixo da notícia. É verdade. O áudio não é falso. É Bolsonaro que está falando isso.

  62. Eu apoio TOTALMENTE. Se tem alguém responsável pelo sucesso, é quem cuidou das redes sociais de Jair Bolsonaro. E o Carlos é um filho leal. Acredito que não haja maiores impedimentos.

    1. Concordo e apoio também! Foi o Carlos quem criou essa nova forma de fazer politica através das redes sem gastar verbas de campanha!

  63. Não faça isto. Este posto é muito importante. É preciso colocar um macaco velho nesta função. Do tipo do Alexandre Garcia. Este governo já começou mal em comunicação. Precisa melhorar muito!

  64. Jair Messias Bolsonaro, sabemos que seus filhos são um exemplo de moral, de ética e são profissionais brilhantes, mas por favor não faça isso. Serve apenas de motivo para os adversários comentar

  65. Ideia absurda. A Comunicação do Governo não tem nada a ver com campanha eleitoral. E além do mais, está agindo como os que ele sempre criticou. Depois de eleito, esquece tudo que prometeu.

    1. Negativo. Ninguém tem que querer ensinar o padre a rezar a missa. Tem dado certo até aqui. Não tem porque querer criticar.

    1. E daí? Desde quando Jair Bolsonaro é pautado pela opinião de que nunca contribuiu com ele? Porque colocar. Estranho no ninho?

    1. Não estou querendo ninguém a rezar missa, apenas estou dando a minha modesta opinião. A vitória tem que ser creditada mais ao candidato do PT do que qq outra coisa. Não acredito em milagres.

    2. Como tem gente querendo ensinar o padre a rezar a missa. O Carlos Bolsonaro cuida de algumas redes sociais, salvo engano. Parte da vitória deve-se a pessoas como ele, diretamente ligadas.

    3. Uma coisa é ter trabalhado nas redes sociais para atingir o grande eleitorado através do WhatsApp, e outras mídias. Outra coisa é utilizar a mesma estratégia de dentro para fora do governo.

    1. Nem é. Se a possibilidade está sendo aventada, não é. Ele é quem tem cuidado das redes sociais, faz tempo. Por que mudar algo que está dando certo?

  66. Nepotismo? Não seria melhor não ter parentes no ministério? Seria bom respeitar os limites da lei para não ficar exposto a justas críticas. Não vale a pena, independente do valor da pessoa.

  67. pra que dar status de ministério, assessoria de comunicação ta bom. Por mais que o orçamento seja mínimo, fica a cara dos petebas criando ministerinhos aqui e ali. Fica difícil fechar em 17 mini

  68. Presidente Bolsonaro, votei em você é confio em você, mas não acho ético colocar seus filhos no governo.Seria nepotismo, por mais que voce confie nele e nós também. A esquerda te destruirá por

    1. Bolsonaro precisa pensar bem se ele aguentará a oposição destruir seu governo. Está sendo montado com todo carinho e com super ministérios…jamais deveria queimar seu trabalho, mesmo que seja bo

    2. Nada a ver. Não é um super ministério. Pra quê nomear um desconhecido? Pra que deixar um desconhecido cuidando das redes sociais, mudando a estratégia que tem dado, certo em tempo real?

  69. Sou Bolsonaro até a alma e acho ótimo q/ele tenha um porta-voz 100% confiável, o q/seria o caso do filho dele. Talvez não como Ministro, isso pode gerar reações qtº a nepotismo. Legalmente pode

    1. Essa parte da comunicação é estratégia essencial do sucesso de Jair Bolsonaro. E só os filhos dele tem a total confiança, e sabem como fazer essa comunicação.

  70. Tem o Diogo Mainardi, Claudio Dantas, Felipe Moura e o Alexandre Garcia. Esse nó cego não sabe nem falar direito. Quase acabou com a eleição do pai, repostando aquela foto do torturado.

    1. Que leseira. Pelo que vi alguns são liberais querendo ensinar o padreconservador a rezar a missa. O politicamente incorreto ganhou essa eleição. Só quem não pesquisa cai no frisson da mídia.

    1. Então se quer tempos de sossego, pense novamente. O Jair Bolsonaro sempre terá esquerdistas crítica do ele. E não tem porque mudar a estratégia de sucesso nomeando um novato, estranho.

    2. William Waack é globalista de esquerda, engana muita gente boa não dá. Se for partir para profissional destes, só passa o Felipe Moura Brasil.