Exclusivo: Dilma terá mais 24 horas para alegações

Raimundo Lira, presidente da comissão especial do impeachment no Senado, concedeu prazo de mais 24 horas – e não 48 horas, como queria José Eduardo Cardozo – para que Dilma Rousseff apresente suas alegações finais no processo.

Com isso, o prazo vencerá na quinta-feira, e não mais amanhã. Lira garante que um dia a mais não vai alterar o cronograma do impeachment.

“Não vai alterar em nada o cronograma aprovado pelos senadores da comissão.”

A decisão foi acertada com Antonio Anastasia e será divulgada em instantes por meio de nota técnica.

Faça o primeiro comentário