Exclusivo: Lava Jato investiga ligação entre Eike e Dario Messer

Telegram

A Lava Jato tem informação de encontros privados entre Eike Batista e o megadoleiro Dario Messer, chefe de uma rede de doleiros que teria movimentado US$ 1,6 bilhão.

Segundo os investigadores, Messer também manteve contatos com Ary Bergher, antigo advogado de Eike.

Bergher é acusado de ter orientado operadores de Sérgio Cabral a mentir sobre um contrato forjado para pagamento de R$ 16,5 milhões em propina ao ex-governador.

Uma fonte da investigação disse a O Antagonista que Messer cogitou pagar a propina de Cabral por meio do banco EVG, mas acabou não conseguindo.

Além dessa operação, Messer teria apoiado Eike em operações com offshores em vários paraísos fiscais. No ano passado, a Corte de Justiça das Ilhas Cayman bloqueou mais de US$ 60 milhões em contas do empresário.

Há suspeita de dissipação de recursos.

Uma planilha obtida por O Antagonista (confira um trecho abaixo) mostra que as offshores de Eike – inclusive a Centennial Assed Mining Fund, holding envolvida no repasse a Cabral – receberam mais de US$ 10 bilhões entre 2007 e 2015.

Tem muita gente querendo saber o destino final desses bilhões.

Comentários

  • Fernando -

    Filhos da puta, o país esta infestado de parasitas, quanta ladroagem.

  • Dalila -

    Tudo isso?

  • Reinildo -

    Este blog é um verdadeiro lixo, para quem quer realmente se atualizar dos fatos.

Ler 24 comentários