EXCLUSIVO: NOVO LAUDO DESMONTA A FARSA DO SÍTIO DE ATIBAIA

Um novo laudo elaborado por peritos da Polícia Federal, e obtido por O Antagonista, desmonta de forma cabal a farsa montada por Lula para ocultar a propriedade do sítio de Atibaia.

Os peritos fizeram uma avaliação acurada de cada um dos lotes que compõem o sítio Santa Bárbara: um dos terrenos foi registrado em nome de Jonas Suassuna por R$ 1 milhão e outro, em nome de Fernando Bittar por R$ 500 mil.

Juntos, perfazem o valor de R$ 1,5 milhão, o que, segundo os peritos, está de acordo com o mercado imobiliário da região. O problema é que, individualmente, o lote de Suassuna vale muito menos e o de Bittar custaria muito mais.

Ou seja, os valores foram “invertidos”.

Dizem os peritos:

“As estimativas periciais demonstram que parte do sítio em nome de Fernando Bittar foi registrada por um valor cerca de R$ 655.000,00 (seiscentos cinqüenta cinco mil reais) abaixo da avaliação de mercado. Por sua vez, parte correspondente em nome de Jonas Leite Suassuna Filho foi registrada por um valor cerca de R$ 655.000,000 (seiscentos cinqüenta cinco mil reais) acima da avaliação de mercado.”

Fica evidente que, quando escriturou ambos os lotes, Roberto Teixeira, o advogado de Lula, confundiu-se, atribuindo valores invertidos às propriedades. Jonas e Bittar foram meros laranjas da operação e não tinham a menor ideia do que estavam comprando.

Faça o primeiro comentário