ACESSE

Exclusivo: Odebrecht discute saldo de Lula

Telegram

Numa das mensagens que a Odebrecht entregou ao TSE, de 25 de setembro de 2013, o chefe do departamento de propinas da empreiteira, Hilberto Silva, encaminha a Marcelo Odebrecht uma planilha com a conta corrente de Lula, o “nosso amigo”.

Em 21 de outubro de 2013, Marcelo Odebrecht responde-lhe que “os 23 gastos deveriam ter sido pagos por Paulo Melo”. Como se sabe, o saldo de Lula em 31 de junho de 2012 era de exatamente 23 milhões de reais.

No dia seguinte, em 22 de outubro de 2013, Hilberto Silva envia a Marcelo Odebrecht uma planilha atualizada em que a conta corrente de Lula aparece com 15 milhões de reais, depois de contabilizar os 8 milhões de reais sacados pelo Programa B, ou Branislav Kontic.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Seja o primeiro a comentar