Exclusivo: Odebrecht perde mais uma

A defesa de Márcio Faria, ex-diretor da Odebrecht, colocou em dúvida o método de obtenção pela Força Tarefa das informações sobre contas da empreiteira na Suíça. Os advogados alegaram que não existiria nos autos nenhum pedido de cooperação internacional envolvendo a Odebrecht.

Para encerrar a discussão, levianamente alimentada pelos blogs sujos para tentar desqualificar a Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol respondeu que partiu das autoridades suíças a iniciativa de encaminhar as contas secretas da Odebrecht naquele país.

A papelada foi enviada por meio do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional, do Ministério da Justiça, respeitando o rito legal. É por essas e outras que Lula quer a cabeça de José Eduardo Cardozo.

Faça o primeiro comentário