Exclusivo: Os motivos do líder do PR para apoiar Dilma

Aelton Freitas foi eleito ontem o novo líder do PR na Câmara no lugar de Maurício Quintella, que declarou voto a favor do impeachment. Freitas é contra e revelou seus motivos – ou parte deles – numa conversa pelo whatsapp com uma ativista do NasRuas.

O Antagonista obteve com exclusividade a cópia integral da conversa.

No trecho abaixo, o deputado explica que não está preocupado com seus eleitores. Para ele, é mais lucrativo ter um bom cargo no partido do que exercer mandato parlamentar. O motivo? Os R$ 250 milhões do Fundo Partidário.

“Nosso partido hoje recebe só de fundo partidário 250 milhões”, diz. “Sou um dos principais dirigentes desse partido e desse fundo na executiva nacional. Deixar de ser candidato hoje pra mim é melhor do que ser, trabalharei muito menos, ganharei muito mais.”

Para manter a confiança do partido, precisa seguir as ordens dos caciques Valdemar Costa Neto e Alfredo Nascimento. “Se votar contra a determinação partidária, estarei jogando todo meu futuro.”

Ele faz referência ao caso de Marcos Montes, o MM, que teria perdido a confiança de Gilberto Kassab por ter se posicionado a favor do impeachment no PSD.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 40 comentários
  1. Lembro-me dos tempos em que morei na Chapada Diamantina, da Bahia. Quando pacientes tinham grave infecção de garganta, os médicos receitavam – até para crianças – injeção de Benzetacil, dolorosa aos extremos. O Brasil está com grave infecção generalizada. Ter o PMDB no governo é como tomar injeção de Benzetacil. Será dolorido – e por muito tempo. Só espero que até 2018 consigamos aguentar.

  2. Michel Temer PRESIDENTE? Coleguinha de Dilma, Lula, Renan, Sarney, Cunha até anteontem? SÓ QUE NÃO!…..Façam um favor à nação Antagonistas: parem com isso. Meu respeito e admiração por vocês cai sempre que vejo esse tipo de coisa aqui. Bolsonaro 2018 sim.

  3. Mas esse cara fala/lê muito bem…fala como estadista, como Presidente. Imagina só se a Dilma consegue terminar o primeiro parágrafo de um texto sem se enrolar toda?! Itamar rides again!!!!

  4. discurso de estadista, não de golpista/conspirador/oportunista. Em momento algum ele dá o caso por encerrado, diz explicitamente que “se o governo de transição vier a existir de fato, ou se esse governo se mantiver, ficam minhas sugestões”…não caiamos na interpretação Petista……isso é maluquice.

  5. Que o temer possui uma oratória melhor que a Dilma isso é fato, ele fala muito bem e é muito mais inteligente que a nossa marmota, mas o PMDB não é nossa melhor escolha.

  6. Petista infiltrado vaza o áudio de Temer. Quanta diferença! O presidente Temer fala corretamente o idioma pátrio. Aprende e vaza, Dilma!!!!! Desejou, ainda, o novo presidente que todos os partidos estejam dispostos a dar a sua contribuição para tirar o país da crise. Sugiro que o PT contribua colocando a Dilma para servir cafezinho ao novo mandatário da nação.

  7. Oi Manu, o José Nunes é dono da Iguatemi Pneus. Se não votar pelo impeachment, além de nunca mais se eleger, ninguém vai comprar mais pneus lá. E ele já está sabendo disso. Pressão total!

  8. Oi Manu, o José Nunes é dono da Iguatemi Pneus. Se não votar pelo impeachment, além de nunca mais se eleger, ninguém comprá mais pneus lá. E ele já está sabendo disso. Pressão total!

  9. Mas pelo menos o futuro Presidente Temer é legítimo, e já pode sim articular seu futuro governo. Muito pior, e ilegitimo é o ninefingers dentro de um quarto de hotel sem ser ministro, um zé ninguém, tentar comprar apoio na base alugada.

  10. Oi Quintela, esse agente sabia que vinha 😏. Pastor da universal , vai conforme os ventos sopram . Agora, o seu José Nunes, que se aproveitou das benesses carlitas, sempre, tá no muro ainda. Espero que desça logo, pq vamos queimar seus votos em suas bases eleitorais, se não votar a favor do impeachment ( região de Euclides da Cunha e afins) ,

  11. Vejam senhores isso mostra a insenção dos Antagonista..piso na bola ta na pista. Embora não se possa fugir a realidade e a necessidade imperiosa de acabar com o PT deve-se ter calma e não começar a colocar os bois a frente do Carro Sr. Temer calma vamos esperar terminar.

  12. Numa disputa pela prefeitura de São Paulo entre Jânio Quadros e FHC, este, achando que havia levado as eleições, sentou-se na cadeira de prefeito municipal antes do resultado. Jânio Quadros venceu as eleições e, habilmente, posou desinfetando a mesma cadeira que FHC havia sentado.

  13. Dilma disse: bom eu disse que eu dizer, porque se eu não disser nada ninguém vai ouvir o que eu tinha para dizer, então eu tenho que dizer alguma coisa… eu digo o que eu disse ontem, vou dizer a vocês… olha lá a chuva, eu disse que ia chover, não disse?