EXCLUSIVO: PALOCCI DIZ QUE PT FICAVA COM 3% DOS CONTRATOS DE PUBLICIDADE DA PETROBRAS

No anexo 1 de sua delação premiada, que O Antagonista obteve em primeira mão, o ex-ministro Antonio Palocci revela o esquema de propinas nos contratos de publicidade da Petrobras.

Segundo ele, as empresas de marketing e propaganda contratadas pela gestão de Wilson Santarosa, “destinavam cerca de 3% dos valores dos contratos de publicidade ao PT através dos tesoureiros”.

Santarosa, que comandava a Gerência Executiva de Comunicação Institucional da estatal, era conhecido líder sindical dos petroleiros do PT de Campinas, ligado a “Lula, Luiz Marinho e Jacob Bittar”.

Leia também: EXCLUSIVO: A DELAÇÃO DE PALOCCI PARA A PF EM CURITIBA

O ex-ministro da Casa Civil e da Fazenda Antonio Palocci (PT) deixa o Instituto Médico Legal (IML) em Curitiba para exame de corpo de delito. Palocci foi preso temporariamente na 35ª fase da Operação Lava Jato, intitulada Omertà, que investiga indicios de relação criminosa entre o ex-ministro e a empreiteira Odebrecht

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI