EXCLUSIVO: para agilizar entrega de respiradores, lobista acionou Maia e Alcolumbre

Nas mensagens entre Helder Barbalho e André Felipe Oliveira, obtidas pela Polícia Federal e pelo MPF, o lobista diz ao governador que “usou” Rodrigo Maia para agilizar a liberação do equipamento na China.

Ele anexa, inclusive, carta assinada por Maia e dirigida ao embaixador chinês, Yang Wanming, informando do “caráter emergencial e prioritário” da compra “governamental”. “Usei RM tb para somar”, escreve o empresário.

Em outro diálogo, André Felipe fala da pressão para aprovação do equipamento junto à Anvisa. “Izalci está cobrando junto com Davi (…) Se acionar Eduardo Gomes e Fernando Bezerra ajuda muito.” Helder, então, responde: “Já falei com Eduardo Gomes.”

A relação com os caciques do DEM se explica. André Felipe era até então integrante do diretório do partido no Distrito Federal e foi eleito segundo suplente do senador Izalci Lucas (PSDB). Gomes é líder do governo no Congresso.

Há ainda outras mensagens em que o governador diz estar “sangrando” com o atraso. Ele encaminha notícias sobre o avanço da Covid-19 no Pará e se desespera: “Meu Deus”. “Pela nossa amizade, não pode ir além de 48hrs.”

Helder acaba pedindo ajuda para a Vale, que já estava apoiando o governo federal na compra de medicamentos e EPIs. Apesar de toda a articulação, o primeiro lote só chegaria em 4 de maio. Constatou-se então que o modelo adquirido não podia ser usado em pacientes com coronavírus.

Leia também: Helder Barbalho negociou compra de respiradores diretamente com lobista.

 

 

 

Leia mais: Combo O Antagonista e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 37 comentários
TOPO