Exclusivo: PF pode abrir porta do sistema financeiro

Telegram

O Antagonista apurou que a Polícia Federal investiga possível envolvimento do Banco Paulista no esquema de lavagem de dinheiro da Odebrecht.

A investigação partiu da delação de Fernando Migliaccio da Silva, que contou que forjava contratos fictícios com o Banco Paulista para receber parte de sua comissão na administração da propina.

Migliaccio era um dos responsáveis pelo sistema de propinas da Odebrecht e delatou os pagamentos a João Santana e Mônica Moura – devidamente debitados da “Conta Italiano”, administrada pro Antonio Palocci.

O Paulista pertence ao ex-presidente da Bovespa Álvaro Augusto Vidigal, que também é dono da corretora Socopa.

Para os investigadores da Lava Jato em Curitiba, o caso pode “abrir a porta” do sistema financeiro.

Comentários

  • Bruno -

    E os bancos já correram para fechar seus acordos de leniencia. Quem não deve não teme certo?

  • Estupefata -

    Será que alguma instituição escapou de fazer parte da podridão dessa corrupção sistêmica generalizada????

  • Daltro -

    Só li bobagens até agora! Fui....

Ler 42 comentários