ACESSE

Exclusivo: PMDB não fechará questão na votação da segunda denúncia contra Temer

Telegram

O Antagonista apurou que ao contrário do que ocorreu na primeira denúncia contra Michel Temer, em agosto, o partido do presidente, o PMDB, decidiu não fechar questão.

Isso quer dizer que os peemedebistas não precisarão votar em bloco contra o prosseguimento das investigações pelos crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa. Essa votação está marcada, no plenário da Câmara, para esta quarta-feira.

Quem for do PMDB, portanto, e quiser votar contra Temer poderá fazê-lo sem nenhum risco de ser punido.

Na primeira denúncia, na véspera da votação, Romero Jucá, presidente da legenda, anunciou no Twitter de maneira bastante enfática o chamado fechamento de questão, no sentido contrário àquela denúncia de Rodrigo Janot por corrupção passiva. E acrescentou que “qualquer ato em contradição à decisão” traria consequências aos infiéis.

Na ocasião, o placar do PMDB foi o seguinte: 53 votos ‘sim’ pelo arquivamento da denúncia, 6 votos ‘não’, uma abstenção e três ausências — relembre aqui.

Comentários

  • Ralfo -

    E como Tasso vai "arrumar" R$ 60.000.000.000 de dinheiro público para introjetar na "sua" OI ?

  • Arqueiro -

    Quinta-feira os golpistas estarão numa ressaca de dar pena! O que dirão?

  • Brasileiro -

    . ISSO É MENTIRA !!! . JÁ ESTÁ ACORDADO ENTRE O CENTRÃO E A OPOSIÇÃO PARA NÃO COMPARECEREM E NÃO DAREM QUÓRUM PARA A VOTAÇÃO, FAZENDO TEMER SANGRAR… .

Ler 22 comentários