ACESSE

EXCLUSIVO: senador aliado de Alcolumbre liderou alocação de verba extra do MDR em Minas

Telegram

Minas Gerais foi o estado que conseguiu a maior quantidade de convênios com o Ministério do Desenvolvimento Regional por meio do direcionamento de verbas extras para o ‘grupo VIP’ do Congresso, revelado por O Antagonista.

Foram 311 convênios — um a mais que o total de São Paulo –, somando R$ 169,6 milhões empenhados entre 11 e 31 de dezembro do ano passado.

Por meio da Lei de Acesso a Informação (LAI) e cruzando com dados do Portal da Transparência, a reportagem conseguiu identificar o destino final desses recursos, que não são contabilizados entre as chamadas emendas impositivas.

A maior parte dos municípios mineiros beneficiados recebeu entre R$ 250 mil e R$ 700 mil cada, para serviços como “criação de calçadão”, “pavimentação asfáltica” e “revitalização de praças públicas”.

A cidade que mais recebeu esses recursos negociados sem o mínimo de transparência quanto aos critérios utilizados pelo MDR foi Guaxupé: R$ 5 milhões para “pavimentação de estrada vicinal”.

O Antagonista apurou que, em Minas, o senador Rodrigo Pacheco, do mesmo DEM de Davi Alcolumbre, foi o principal articulador das verbas extras.

“Fiz diversos encaminhamentos de diversos municípios a todos os ministérios, inclusive o Ministério do Desenvolvimento Regional. Boa parte foi atendida. Não há nada de não republicano nisso”, comentou com o site Pacheco.

Ele afirmou que não recebeu nenhum “tratamento especial”.

O senador Carlos Viana (PSD), seu colega de bancada, disse que não participou das negociações para as assinaturas desses convênios no fim de 2019.

“Isso foi o pessoal mais aliado ao Davi, não fomos nós. Pelo jeito, a negociação privilegiou um grupo muito pequeno. Ficou muito desigual a distribuição.”

O senador Antonio Anastasia, recém-filiado ao PSD e primeiro-vice-presidente do Senado, não respondeu aos questionamentos da reportagem sobre o assunto.

Leia também:

EXCLUSIVO: ‘Grupo VIP’ do Congresso direcionou 3,8 bilhões de verba extra do Ministério do Desenvolvimento Regional

EXCLUSIVO: Tocantins de Eduardo Gomes conseguiu 131,4 milhões da verba extra do MDR

EXCLUSIVO: Macapá, terra de Alcolumbre, foi a cidade que mais recebeu verba extra do MDR

EXCLUSIVO: quase 1 bilhão de verbas extras para convênios em Pernambuco e Amazonas

COMO ELE VIROU O VICE QUE BOLSONARO QUER. Saiba mais

Comentários

  • Luiz -

    Tá bem encaminhado. O Zema é aliado do Bolsonaro é Minas foi o estado que mais foi roubado pelo PT.

  • Márcia -

    Maia e alcolumbre são presidentes lixos, estão soltando dinheiro no desespero de conseguir reeleição. Deviam ser defenestrado da política.

  • Mauricio -

    Qual é o problema? Sempre foi assim e a “imprensa” nunca disse nada. Agora ficam com esse mi mi mi.... Se manca O Antagonista!

Ler 34 comentários