EXCLUSIVO: “SÓ VOU TERMINAR DE PICAR OS PAPÉIS”

A Polícia Federal pediu a prisão de Ademir Auada, responsável pela Murray junto à Mossack Fonseca, além de busca e apreensão na residência dele e de sua filha Carolina.

Ademir está fora do país.

Ao interceptar conversa telefônica entre os dois, a PF descobriu que vinham agindo “no sentido de destruir grande quantidade de documentos, possivelmente relacionados à presente investigação”.

Na conversa gravada em 22 de janeiro, o pai pede a Carol que compre uma garrafa de vinho ‘La Linda’. A filha responde: “Daqui a pouco eu vou. Só vou terminar de picar os papéis que a máquina parou, tava esperando ela voltar”.

Ademir se diz preocupado com um “negócio” e revela que também estava destruindo documentos: “Cê não sabe o que eu cortei.. nossa senhora.. na máquina hoje, viu? Bá! Aquela mala inteira”