EXECUTIVO DO BVA RECEBEU PROPINA DA ODEBRECHT

O MPF em Curitiba descobriu que Milton Lyra possui vínculo indireto com Antonio Luiz de Oliveira Pascoal, que também aparece na planilha de entrega de propina da Odebrecht recuperada do computador da secretária do Setor de Operações Estruturas.

Quem é Oliveira Pascoal?

Executivo do BVA acusado de desviar recursos do banco para empresas em seu nome. Na mesma rede de relacionamento de Lyra estão Ivo Lodo, ex-presidente do BVA, e José Augusto Ferreira dos Santos, então controlador do banco – que se utillizaram do mesmo expediente ilegal.

O falido BVA foi usado por PT e PMDB para inúmeras negociatas. Está claro o tamanho de Miltinho no esquema.

Faça o primeiro comentário