Exigimos a demissão de José Eduardo Cardozo

É intolerável que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, tenha se reunido secretamente com o advogado da empreiteira UTC, para dizer que, depois do carnaval, a Operação Lava Jato mudaria de rumo, a barra dos acusados seria aliviada — e, por isso, ele “desaconselhava” a delação premiada dos empreiteiros.

Trata-se de um escândalo maior até do que o próprio Petrolão. O ministro da Justiça do Brasil age em favor do crime e está obstruindo o trabalho da própria Justiça do Brasil. Isso não é interpretação, mas fato.

É imperioso que José Eduardo Cardozo seja demitido imediatamente. Conservá-lo no cargo é deixar as instituições do país à mercê de fanqueiros.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200