Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fábio Faria diz que Pfizer ofereceu poucas doses

Ministro da Propaganda também afirmou que as exigências feitas pela fabricante dificultaram o acordo
Fábio Faria diz que Pfizer ofereceu poucas doses
Foto: Alan Santos/PR

O ministro da Propaganda, Fábio Faria, afirmou nesta quinta-feira (13) que o governo federal não fechou contrato com a Pfizer em 2020 pela “pouca quantidade” de imunizantes oferecidos.

“A Pfizer ofereceu [vacinas] para o mundo inteiro e deixou uma grande quantidade para os Estados Unidos. Israel também comprou uma grande quantidade. E nos outros países, foram pingos, poucas quantidades”disse ele, em entrevista ao UOL.

Para Fábio Faria, as exigências feitas pela fabricante também dificultaram o acordo.

“Naquele momento, foram oferecidos ao Brasil 70 milhões de doses para 2021. Desses, 90% seriam para o segundo semestre. E a exigência que eles pediam tinha que ter autorização do Congresso.”

Hoje, na CPI da Covid, Carlos Murillo, ex-CEO da Pfizer no Brasil, afirmou que o Brasil poderia ter recebido 18,5 milhões de doses de vacina até junho de 2021, conforme uma proposta feita em 26 de agosto de 2020.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO