ACESSE

Trad diz que assinou CPI para dar "oportunidade" à Lava Jato

Telegram

Como noticiamos mais cedo, o deputado Fábio Trad, do PSD do Mato Grosso do Sul, é um dos 176 que assinaram, no ano passado, a CPI contra a Lava Jato que está pronta para ser instalada na Câmara.

Trad é o relator da PEC da prisão em segunda instância e também o autor do projeto que aumenta a quarentena para juízes e outros profissionais que queiram entrar na política.

O deputado justificou assim a O Antagonista o seu apoio à CPI contra a Lava Jato, capitaneada por PT, PSOL, PSB e PCdoB:

“Assinei porque abriria a oportunidade política de a Lava Jato espancar, definitivamente, quaisquer dúvidas sobre a lisura dos procedimentos adotados.”

O pedido da CPI foi baseado nas mensagens de autoridades da Lava Jato roubadas por hackers.

“Penso que é a chance única de mostrar à toda sociedade que tudo o que foi feito obedeceu aos critérios de estrita legalidade e moralidade”, acrescentou Trad.

Uma vez instalada a tal CPI, como mostramos ontem, os idealizadores dela vão querer fazer barulho e ameaçar prender Sergio Moro e os procuradores da Lava Jato. Essa, pelo menos, é a suspeita de parlamentares que dizem conhecer as reais intenções da turma que inventou toda essa história, turbinada nesta semana pelas declarações de Augusto Aras em live com advogados petistas.

Leia mais: Moro exclusivo: como combater as fake news sem promover a censura?

Comentários

  • Cri -

    Impressionante a cara de pau.Esse é o nível dos nossos congressistas.Só 1 coisa os sensibiliza: as verbas.Por isso criaram tantas: de gabinete,do paletó, ...Deve ser da turma das"ratazanas do Tesouro"

  • MARIA -

    Conversa fiada. A intenção é de acabar com a maior operação de combate à corrupção dos últimos tempos!

  • Magdalena -

    Bla, blá, blá. Conta outra que esta já sabemos

Ler 54 comentários