Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fabrício Queiroz cobra R$ 116 mil do estado do Rio de Janeiro

O ex-assessor parlamentar entrou com uma ação em que alega não ter usufruído de licenças prêmio quando era PM
Fabrício Queiroz cobra R$ 116 mil do estado do Rio de Janeiro
Foto: Reprodução/SBT

O operador do esquema de rachadinha de Flávio Bolsonaro segundo o MP-RJ, Fabrício Queiroz, entrou com uma ação contra o estado do Rio de Janeiro, diz O Globo.

Queiroz é subtentente da Polícia Militar e está na reserva desde 2018. Ele cobra R$ 116 mil do poder público por direitos não recebidos.

O ex-assessor parlamentar alega não ter usufruído de licenças prêmio previstas aos servidores estaduais. A cada dez anos, o servidor militar conta com licença especial de seis meses. Queiroz diz que atuou por 30 anos como PM, mas usufruiu de apenas uma das licenças das quais teve direito.

Segundo a defesa do ex-asssesor, ele teria direito a 12 meses de salários.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO