Facebook removeu 140 mil conteúdos nas eleições

Facebook removeu 140 mil conteúdos nas eleições
Reprodução/Facebook

Durante a campanha de primeiro turno, o Facebook removeu mais de 140 mil conteúdos em sua plataforma e também no Instagram.

Segundo a companhia, eram postagens com informações que poderiam desencorajar eleitores de irem votar, como por exemplo o horário errado de abertura das urnas.

A empresa também rejeitou 250 mil anúncios ligados à política ou eleições que não indicavam quem pagou por elas ou não estavam identificadas como propaganda eleitoral.

Em agosto, a rede social passou a exigir identidade e endereço residencial de pessoas interessadas em fazer propaganda política.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO