Fachin avisou a colega que tomaria decisão 'extrema', diz jornal

Fachin avisou a colega que tomaria decisão extrema, diz jornal
Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

Edson Fachin, o relator da Lava-Jato no STF, disse nesta segunda-feira (8) de manhã a um ministro mais próximo que tomaria uma decisão “extrema”, mas não adiantou qual seria, diz reportagem de Isadora Peron no Valor.

À tarde, Fachin anulou todos os atos em processos envolvendo Lula na Lava Jato de Curitiba e tornou o ex-presidiário elegível conforme a Lei da Ficha Limpa.

Segundo o jornal econômico, nos bastidores, a expectativa era que Gilmar Mendes levasse em mesa na Segunda Turma já nesta terça-feira (9) o recurso da defesa do petista alegando a parcialidade de Sergio Moro.

Essa movimentação teria feito com que Fachin antecipasse sua decisão sobre a competência da 13ª Vara Federal de Curitiba para julgar Lula.

 

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO